Anjos das Sete Igrejas



Anjos das Sete Igrejas

Anjos das Sete Igrejas


É evidente a partir dos contextos das diversas passagens bíblicas em que a palavra “anjo” aparece, que a palavra nem sempre representa a mesma ideia. Em tais passagens como Daniel 12:1 e Atos 12:15 parece que o anjo foi geralmente considerado como sendo um homem sobre-humano cujo dever era de guardar uma nação ou um indivíduo, e não tão diferente do jenei dos árabes. No entanto, em Malaquias 2:7 e 3:1 (hebraico), o termo é usado para representar claramente homens. No Novo Testamento também, existem passagens, tais como Tiago 2:25 (grego), em que a palavra precisa ser aplicada aos homens. Os sete anjos das sete igrejas (Ap. 1:20) receberam sete cartas, cartas figurativas e, portanto, parece que os sete anjos também são figurativos e podem referir-se aos sete bispos que presidiam as sete igrejas da Ásia. Ou os anjos podem ser considerados como a personificação das igrejas.



Anjos das Sete Igrejas Anjos das Sete Igrejas Reviewed by Eduardo Galvão on quarta-feira, maio 27, 2009 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.