segunda-feira, 4 de maio de 2009

Postado por Eduardo G. Junior Em , | No comments

Comentário Bíblico Online: Jeremias 1:5
"Antes de te formar no ventre, eu te conheci,..." “Formar” יצר (Hebr.: yatsar) ocorre 55 vezes: Gen. 2:7, 8, 19; 2Sa. 17:28; 2Reis. 19:25; 1Cro. 4:23; Sal. 2:9; 33:15; 74:17; 94:9, 20; 95:5; 104:26; 139:16; Isa. 22:11; 27:11; 29:16; 30:14; 37:26; 41:25; 43:1, 7, 10, 21; 44:2, 9, 10, 12, 21, 24; 45:7, 9, 11, 18; 46:11; 49:5; 54:17; 64:8; Jer. 1:5; 10:16; 18:2, 3, 4, 6, 11; 19:1, 11; 33:2; 51:19; Lam. 4:2; Amos 4:13; 7:1; Hab. 2:18; Zac. 11:13; 12:1. O que nós podemos observar nesse versículo cheio de significado é que, não apenas Yehowah o conheceu por meio de sua onisciência, assim como Ele já conhecia todos os homens e mulheres antes mesmos de seus nascimentos, assim como Ele conhecia e chamou Ciro por nome, mesmo antes desse poderoso homem vier à existência. (Isaías 45:1) O que nós observamos pelas palavras de Yehowah é que Ele já o amava desde o momento da concepção de Jeremias. Yehowah já conhecia suas características, seu corpo genético, suas inclinações, seu bom coração, sua humildade, sua honestidade, mesmo antes de Jeremias ter nascido, ou ter feito algo bom para ter esse conceito diante de Deus. Outra coisa que nós observamos é a afirmação do ato criativo, “antes de Eu te formar”, sendo Ele, Yehowah, o Criador do ser humano, o Fazedor dos céus, da terra, e de tudo que a enche. Cada detalhe do corpo genético fora feito por Deus, é como se Ele dissesse a Jeremias: “Eu te conheço Jeremias, como a palma da minha mão, Eu realmente o conheço como ninguém”. Veja Salmos 139:15. Essa afirmação divina era apropriada devido à objeção que o jovem profeta evidenciou. Portanto, para mostrar que Yehowah sabia muito bem quem ele era e porque Ele o estava escolhendo, e entendendo muito bem seus temores e desafios internos, assim como os externos, Deus, ampliando ainda mais esse pensamento magnífico da Sua sabedoria, Ele mesmo passa a acrescentar com a mesma idéia anterior: "antes de sairdes da madre, te santifiquei,..." Antes de falarmos dessa expressão gostaríamos de fazer um comentário apologético. Alguns hoje usam esse versículo para provar que antes dos seres humanos serem criados, eles estavam no céu, mundo espiritual, ao qualquer outro nome que queiram dar. “Ora”, dizem eles, “Yehowah afirmou que antes de Jeremias existir Ele já o conhecia, então isso prova que antes de Jeremias nascer como humano ele já existia como espírito ao lado de Deus.” Correto? Não! Errado, extremamente errado! Não há razões nenhuma para tirarmos essa conclusão. Muitos querem dizer que todos nós éramos como Jesus, tendo uma existência pré-humana! Então, o que Yehowah queria dizer com esse conhecimento prévio da pessoa de Jeremias? Aqui notamos um paralelismo hebraico, duas afirmações com a mesma idéia, mas com palavras diferentes. Quando o texto diz que Yehowah o conhecia antes de Jeremias ser formado, significa exatamente o que é mencionado depois, a saber, que antes do seu nascimento, ou antes da mãe de Jeremias lhe dar a luz, enquanto ele ainda era um feto no útero de sua mãe, Yehowah já o conhecia, sabia de suas excelentes qualidade e aptidões naturais, e por isso o escolhera. Os homens não tiveram existência pré-humana. Quando Jó começou a se sentir auto-sábio, Deus o fez refletir com a seguinte pergunta: “Onde vieste a estar quando fundei a terra?” (Jó 38:4) Jó não existia, não estava ao lado de Deus nos céus quando Deus formou a terra, caso contrário, ele poderia muito bem responde a Deus: “Ao seu lado”, o que, de fato, não o fez, pois ele não existia. Quando Adão foi criado ele veio do pó, da terra, do estado da não-existência para o estado da existência e não de uma existência para outra de outra natureza. Voltando a comentar a excelência e beleza essa sentença, certo cristão disse: “fico feliz de que a mãe de Jeremias não tenha praticado o aborto – pois se tivesse, tal homem nunca teria vindo à existência. Muitas pessoas hoje estão perguntando: “quando uma criança é uma criança?”... uma criança é criança desde o momento da concepção.” (Macgee) Quão pecaminoso seria matar no aborto uma criança, que no futuro se tornaria uma pessoa de liderança entre o povo de Deus; seria dois crimes, primeiro pela vida que se perderia no aborto, e segundo a vida espiritual dos que essa criança salvaria no futuro, de pessoas que iriam chegar a Cristo por intermédio de suas mãos. "E te constituí um profeta para as nações;..." Yehowah constituiu נתן (Hebr.: nâthan), ou deu, Jeremias como profeta, ou porta-voz, não apenas para os israelitas, como alguns concluem pelo fato dos israelitas estarem agindo assim como "as nações", então eles (i.e os israelitas) se encaixariam nessa descrição puramente profética. Podemos concluir claramente que ele se tornou profeta para outras nações literalmente falando, visto que seu livro está cheio de profecias relacionadas com outras nações (Jer. 46:1), como os egípcios, filisteus, moabitas, amonitas e caldeus. Não se precisa afirmar que essa designação de Deus foi feita “desde a eternidade” (Albert Barnes) pois, durante a eternidade, não havia mundo, nem pecado, nem nação, para que Deus possa já determinar em sua mente quem vai e quem não vai servir como profeta.

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Compartilhe Este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Pesquise outros Estudos