quarta-feira, 20 de maio de 2009

COLOSSENSES, CARTA, LIVRO, EPÍSTOLA, ANALISE, ESTUDO
Na Carta aos Colossenses, observamos que a fé em Deus e em Jesus Cristo é vital para a salvação. Mas é um desafio manter tal fé. Isto era assim para os cristãos em Colossos, uma cidade a leste de Éfeso, na Ásia Menor. Por quê? Porque falsos instrutores locais afirmavam erroneamente que a salvação dependia da circuncisão, do que se comia e de se guardar determinadas observâncias.

É compreensível, pois, que o apóstolo Paulo estivesse preocupado com o bem-estar espiritual dos cristãos de Colossos, e ele certamente queria que eles mantivessem a fé em Deus e em Cristo. Portanto, perto do fim do seu primeiro encarceramento em Roma (aproximadamente 60-61 EC), o apóstolo escreveu aos colossenses uma carta, elaborada para combater conceitos errados e para edificar a fé. Vejamos como nós também podemos beneficiar-nos de suas amorosas palavras.

I. Reconheçamos a Posição de Cristo:

Logo no começo de sua carta, Paulo destacou o reconhecimento da posição de Jesus. (1:1-2:12) Elogiou os colossenses por sua fé em conexão com Cristo e por seu amor por concrentes. Paulo citou a preeminência de Cristo como Aquele por intermédio de quem todas as outras coisas foram criadas, a Cabeça da congregação e o primogênito dentre os mortos. A reconciliação com Deus é levada a cabo por intermédio de Cristo, em quem se ocultam todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento. Em vista de tudo isso, os cristãos devem continuar a andar em união com Cristo e não devem permitir que ninguém os leve embora como presa por meio de filosofias humanas.

Mediante Cristo, Deus tirou a Lei do caminho. (2:13-23) Ela foi figurativamente pregada na estaca na qual Cristo morreu. Os requisitos da Lei eram apenas “sombra das coisas vindouras, mas a realidade pertence ao Cristo”. Por se apegarem a Cristo, eles não permitiriam que homem algum os privasse do prêmio da vida imortal no céu.

II. Tenhamos Apreço por Deus e por Cristo:

Paulo a seguir instou os colossenses a se revestirem da nova personalidade e a se sujeitarem à autoridade de Jesus Cristo. (3:1-17) Mantendo a mente nas coisas de cima, estariam dando aos interesses espirituais o primeiro lugar na vida. Isto exigia deixar de lado atitudes e linguagem erradas. Quão abençoados seriam caso se revestissem de qualidades tais como compaixão, humildade mental e amor! A paz de Cristo dominaria nos seus corações se fizessem tudo no nome de Jesus, dando graças a Deus por intermédio dele.

O apreço por Yehowah e por Yeshua Messiah também deve influenciar os relacionamentos do cristão com outras pessoas. (3:18-4:18) Esposas, maridos, filhos, escravos e amos deviam cumprir seus deveres com temor de Deus e em reconhecimento de Cristo. E quão necessário é perseverar em oração e andar em sabedoria!

A carta de Paulo aos colossenses pode ajudar-nos a evitar ensinos falsos que nos privariam do prêmio da vida. A ênfase que o apóstolo deu a reconhecer a autoridade de Yehowah e de Seu Filho pode ter excelente influência em nosso relacionamento com outros. E muitas bênçãos estão asseguradas se mantivermos nossa fé em Deus e em Cristo.

III. Carta a Laodicéia:

“Quando esta carta tiver sido lida entre vós”, escreveu Paulo aos colossenses, “providenciai para que seja também lida na congregação dos laodicenses, e para que leiais também a de Laodicéia”. (Colossenses 4:16) Laodicéia era uma cidade próspera na Ásia Menor ocidental, ligada por estradas a cidades tais como Filadélfia e Éfeso. É provável que a obra de Paulo em Éfeso tenha chegado até Laodicéia, embora ele não tenha ministrado ali. Ele enviou uma carta aos cristãos laodicenses, embora alguns eruditos creiam que se trate duma cópia da que ele escrevera aos efésios. A carta a Laodicéia não se encontra na Bíblia, possivelmente porque não continha informações de que precisamos hoje ou talvez porque repetia pontos adequadamente abrangidos em outras cartas canônicas, tornando assim quase que desnecessário a preservação da mesma.

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Compartilhe Este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Pesquise outros Estudos