Biblioteca com mais de 5 mil estudos bíblicos gratuitos e centenas de livros evangélicos para baixar em PDF.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Resumo da Bíblia: Carta à Tito

TITO, CARTA, RESUMO, BÍBLIA
Tema: Permaneçamos sãos na fé

As congregações cristãs na ilha mediterrânea de Creta necessitavam de atenção espiritual. Quem podia ajudá-las? Ora, Tito, colaborador do apóstolo Paulo! Ele era corajoso, qualificado para ensinar, zeloso de obras excelentes e são na fé. Paulo visitou Creta entre seu primeiro e segundo encarceramento em Roma. Ele deixara Tito na ilha para corrigir algumas coisas e designar anciãos congregacionais.

Esperava-se também de Tito que repreendesse falsos instrutores e desse excelente exemplo. Tudo isso é revelado na carta de Paulo a Tito, possivelmente enviada da Macedônia entre os anos 61 e 64 EC. Aplicar os conselhos do apóstolo pode ajudar os pastores superintendentes e concrentes da atualidade a ser corajosos, zelosos e sãos em sentido espiritual.

O Que se Requer dos Superintendentes: Era necessário designar pastores superintendentes e lidar com alguns problemas graves. (1:1-16) Para ser ordenado pastor superintendente, o varão tinha de estar livre de acusação, ser exemplar na vida pessoal e familiar, hospitaleiro, equilibrado e dominar a si mesmo. Tinha de ensinar o que é certo e exortar e repreender os que expressassem conceitos contraditórios. Era necessário ter coragem, pois seria preciso fechar a boca dos indisciplinados nas congregações. Seria especialmente assim no caso dos que aderiam à circuncisão, pois haviam subvertido famílias inteiras. Seria preciso repreender com severidade para que as congregações permanecessem sãs em sentido espiritual. Hoje, os pastores superintendentes cristãos também precisam ter coragem para repreender e exortar, visando edificar a congregação.

Apliquemos o Ensino Salutar: Tito devia transmitir ensino espiritualmente salutar. (2:1-15) Os homens idosos deviam ser exemplares na moderação, na seriedade, no bom juízo, na fé, no amor e na perseverança. As mulheres idosas deviam ser “reverentes no comportamento”. Como “instrutoras do que é bom”, poderiam ajudar as mulheres mais jovens a ter o conceito correto sobre seus deveres como esposas e mães. Os homens mais jovens deviam ser ajuizados, e os escravos, estar em sujeição aos seus donos de maneira tal que adornasse o ensino de Deus. Todos os cristãos deviam repudiar a impiedade e viver com bom juízo neste sistema mundial, ao passo que aguardassem a gloriosa manifestação de Deus e de Jesus Cristo, “que se entregou por nós, a fim de nos livrar de toda sorte de coisa que é contra a lei e purificar para si mesmo um povo peculiarmente seu, zeloso de obras excelentes”. Que nós também ‘adornemos o ensino de Deus’, por aplicarmos tais conselhos salutares.

Os conselhos concludentes de Paulo promovem a saúde espiritual. (3:1-15) É necessário mostrar a devida sujeição aos governantes e cultivar razoabilidade. Os cristãos têm a esperança de vida eterna, e as palavras de Paulo deviam ser frisadas para incentivá-los a fixar a mente em obras excelentes. Questões tolas e lutas sobre a Lei deviam ser evitadas, e quem promovesse uma seita devia ser rejeitado após ser admoestado duas vezes. Hoje, à medida que os anciãos do Israel de Deus aplicam tais conselhos, eles e os concrentes permanecerão sãos na fé.

Não Escravizadas a Vinho: Embora as mulheres não devam ensinar aos homens na congregação, as irmãs mais idosas podem instruir as mulheres mais jovens em particular. Mas, para serem eficazes neste respeito, as mulheres idosas devem acatar as palavras de Paulo: “As mulheres idosas sejam reverentes no comportamento, não caluniadoras, nem escravizadas a muito vinho, instrutoras do que é bom.” (Tito 2:1-5; 1 Timóteo 2:11-14) Por estarem cientes dos efeitos de se tomar bebidas alcoólicas, os superintendentes, os diáconos e as mulheres mais idosas têm de ser moderados, não se envolvendo em beber muito vinho. (1 Timóteo 3:2, 3, 8, 11) Todos os cristãos tem de evitar a embriaguez e precisam refrear-se de tomar bebidas alcoólicas enquanto estão empenhados na “obra santa” da pregação das boas novas do Reino Messiânico. — Romanos 15:16; Provérbios 23:20, 21.
0 Deixe seu comentário:
Postar um comentário