segunda-feira, 6 de julho de 2009

esboço de 2 timóteo
Esboço de 2 Timóteo:

Incentivo e conselhos para ajudar Timóteo a permanecer firme nos tempos difíceis à frente. A última carta inspirada escrita por Paulo, durante sua segunda detenção em Roma. Incentivo para Timóteo prosseguir fazendo progresso.

‘Atice, como a um fogo, o dom de Deus’ que você recebeu; não se envergonhe de dar testemunho sobre Cristo ou sobre Paulo, um prisioneiro; participe no sofrimento pelas boas novas. ( 1:6-8)

Guarde o modelo de palavras salutares. (1:13, 14)

Como soldado, tenha um objetivo em vista; como um atleta nos jogos, compita segundo as regras; seja como o lavrador, que trabalha arduamente; persevere fielmente. (2:3-13)

Faça o máximo para apresentar-se aprovado por Deus, manejando corretamente a palavra da verdade. (2:15)

Fuja dos desejos da mocidade, mas empenhe-se por qualidades piedosas na companhia daqueles que invocam o Senhor dum coração puro. (2:22)

Conselhos para ajudar Timóteo a permanecer firme contra falsos instrutores.

Evite discussões sobre palavras e conversas que violam o que é santo; com brandura, procure restabelecer os enlaçados pelo Diabo. (2:16-26)

Nos últimos dias haverá tempos críticos, difíceis de manejar, devido às atitudes iníquas das pessoas; elas serão amantes do dinheiro e dos prazeres, em vez de
amantes de Deus; afaste-se de tais pessoas. (3:1-7)

Estes homens corruptos continuarão resistindo à verdade; mas apegue-se àquilo que você aceitou como veraz, pois aprendeu de pessoas a quem conhecia bem e com base nas

Escrituras inspiradas. (3:8-17)

Persevere em pregar a palavra, evangelizando, efetuando plenamente seu ministério — muito embora esteja chegando o tempo em que os homens não desejarão ouvir a doutrina salutar, mas preferirão que os instrutores de sua escolha lhes façam cócegas nos ouvidos. (4:1-5)

A situação de Paulo como prisioneiro.

Paulo foi nomeado apóstolo de Jesus Cristo; agora está sofrendo por isso, mas não se envergonha. (1:11, 12)

Como prisioneiro em cadeias, praticamente todos do distrito da Ásia o abandonaram, mas Onesíforo procurou-o diligentemente e lhe trouxe revigoramento. (1:15-18)

Reconhecendo a iminência de sua morte, Paulo aguarda confiantemente o dia em que
Jesus Cristo concederá a coroa da justiça a ele e a todos os demais que amaram Sua manifestação. (4:6-8)

Ninguém se pôs do lado dele na primeira defesa; todavia, Paulo foi fortalecido pelo Senhor Jesus Cristo; está confiante de que o Senhor o salvará para Seu Reino celestial. (4:16-18)

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Compartilhe Este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Pesquise outros Estudos