segunda-feira, 20 de julho de 2009

Posted by Eduardo G. Junior In , | No comments
esboço do livro de leviticoESBOÇO DO LIVRO DE DE LEVÍTICO

As leis de Deus, em especial as relativas ao serviço dos sacerdotes em Israel, com destaque, para o bem da nação como um todo, na seriedade do pecado e na importância de ser santo porque Yehowah é santo.

Escrito por Moisés em 1512 AEC, enquanto Israel estava acampado junto ao monte Sinai.

Sacerdócio arônico é investido e começa a funcionar.

Moisés executa os procedimentos de investidura de sete dias. (8:1-36)

No oitavo dia, o sacerdócio começa a funcionar; Yehowah manifesta sua aprovação por demonstrar sua glória e consumir a oferta sobre o altar. (9:1-24)

Yehowah golpeia Nadabe e Abiú por terem oferecido fogo ilegítimo; subseqüentemente, é proibido o uso de bebidas alcoólicas quando a pessoa serve no santuário. (10:1-11)

Delineiam-se os requisitos para os que servirão como sacerdotes; baixam-se regulamentos sobre comer o que é santo. (21:1-22:16)

O uso de sacrifícios para manter uma relação aprovada com Deus.

Dão-se leis a respeito de animais aceitáveis como ofertas queimadas e como devem ser preparados para a apresentação. (1:1-17; 6:8-13; 7:8)

Estipulam-se tipos de ofertas de cereais, e como devem ser apresentadas a Jeová. (2:1-16; 6:14-18; 7:9, 10)

Estabelecem-se os procedimentos relativos a sacrifícios de participação em comum; comer sangue e gordura é proibido. (3:1-17; 7:11-36)

Especificam-se animais para oferta pelo pecado no caso de um sacerdote, da assembléia de Israel, de um maioral, ou de um dos do povo; delineiam-se os procedimentos para cuidar desta oferta. (4:1-35; 6:24-30)

Dão-se leis sobre situações que exigem ofertas pela culpa. (5:1-6:7; 7:1-7)

Dão-se instruções sobre a oferta a ser feita no dia em que o sacerdote é ungido. (6:19-23)

Todas as ofertas têm de ser sadias; alistam-se os defeitos que tornam um animal impróprio para sacrifício. (22:17-33)

Delineiam-se os procedimentos do Dia da Expiação, envolvendo o sacrifício de um novilho e dois bodes — um bode para Yehowah e o outro para Azazel. (16:2-34)

Regulamentos detalhados para salvaguardar contra a impureza e manter a santidade.
Certos animais são aceitáveis como puros para alimento e outros são proibidos como impuros; contato com cadáveres resulta em impureza. (11:1-47)

A mulher deve ser purificada de sua impureza após ter dado à luz. (12:1-8)

Detalham-se procedimentos para lidar com casos de lepra. (13:1-14:57)

Emissões dos órgãos sexuais resultam em impureza, e exige-se purificação. (15:1-33)

Deve-se manter a santidade por respeitar a santidade do sangue e evitar o incesto, a sodomia, a bestialidade, a calúnia, o espiritismo e outras práticas detestáveis. (17:1-20:27)

Sábados e festividades sazonais para Yehowah.

Delineiam-se dias e anos sabáticos, bem como regulamentos e princípios pertinentes ao jubileu. (23:1-3; 25:1-55)

Dão-se detalhes sobre como comemorar a anual Festividade dos Pães Não-fermentados (depois da Páscoa) e a Festividade das Semanas (mais tarde chamada de Pentecostes). (23:4-21)

Delineia-se o procedimento para comemorar o Dia da Expiação e a Festividade das Barracas. (23:26-44)

Bênçãos pela obediência, maldições pela desobediência.

Bênçãos pela obediência incluirão colheitas fartas, paz e segurança. (26:3-13)

Maldições devido à desobediência incluirão doenças, derrota por inimigos, fome, destruição de cidades, desolação da terra, e exílio. (26:14-45)

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Bookmark Us

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Pesquise outros Estudos