segunda-feira, 20 de julho de 2009

Postado por Eduardo G. Junior Em , | No comments

esboço do livro de oséiasESBOÇO DO LIVRO DE OSEIAS

Profecias dirigidas primariamente a Israel (o reino setentrional, também chamado de Efraim) e que salientam a extraordinária misericórdia de Yehowah.

Escrito por Oséias depois de 745 AEC, pouco antes de Israel ser levado ao exílio pela Assíria.

Os tratos de Yehowah com Israel são ilustrados pela vida doméstica de Oséias. (1:1-3:5)

Ordena-se a Oséias que se case com uma mulher que mais tarde mostra ser adúltera, o que ilustra a infidelidade de Israel para com Yehowah.

Com sua esposa Gômer, Oséias tem um filho chamado Jezreel. Os dois próximos filhos de Gômer, Lo-Ruama (que significa “[Com Ela] Não se Teve Misericórdia”), e Lo-Ami (que significa “Não Meu Povo”), são evidentemente frutos de seu adultério; os significados dos nomes referem-se a Yehowah retirar a misericórdia para com Israel e rejeitar seu povo infiel.

Tendo sofrido o julgamento divino por deslealmente ter-se voltado para a adoração de Baal, Israel será restaurado e de novo usufruirá bênçãos, cumprindo o significado do nome Jezreel (isto é, “Deus Semeará”).

Ordena-se a Oséias que tome de volta sua esposa adúltera; ele assim o faz, mas restringe as atividades dela, proibindo a fornicação — indicativo da situação de Israel até a época de retornar a Yehowah.

Julgamentos proféticos contra Israel (e Judá) por infidelidade para com Yehowah. (4:1-13:16)

Por envolver-se em fraude, assassinato, roubo, adultério, idolatria e prostituição espiritual, o povo mostra que não conhece a Deus; assim, enfrentam uma prestação de contas.

A idolatria de Israel, sua corrupção moral, sua tola busca de alianças políticas com potências antagônicas, (Egito e Assíria), em vez de confiar em Yehowah para ter segurança, levará à devastação do país e os sobreviventes serem levados à Assíria. Apelo para retornar a Yehowah. (14:1-9)

Insta-se com o povo a pedir o perdão de Yehowah, a oferecer os novilhos de seus lábios, e a não mais buscar proteção em alianças militares e cavalos de guerra.

O retorno deles a Yehowah resultará em cura, em ele os amar liberalmente e numa condição próspera sob a Sua bênção.

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Compartilhe Este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Pesquise outros Estudos