sexta-feira, 17 de julho de 2009

Estudo Bíblico sobre Calebe

Biblioteca Bíblica

CALEBE, ESTUDO, TEOLOGIA, EVANGELHOCALEBE
[Cão].

Filho de Jefuné, o quenizeu, da tribo de Judá, tio de Otniel, e, provavelmente, descendente do N.° 1. (Núm 32:12; Jos 15:17; 1Cr 4:13, 15) Calebe, quando tinha 40 anos, era um dos doze espias enviados por Moisés num exame prévio, por 40 dias, da terra de Canaã, e, ao voltar, Calebe, juntamente com Josué, colocou-se contra a oposição de todos os demais ao dar um relatório favorável, dizendo: “Subamos logo, e forçosamente havemos de tomar posse dele.” (Núm 13:6, 30; 14:6-9) Por ter ‘seguido integralmente a Yehowah, seu Deus’, foi o único daquela geração adulta, além de Josué e de alguns levitas, a entrar na Terra da Promessa, em 1473 AEC. Seis anos depois, aos 85 anos de idade, Calebe declarou: “Agora, eis que Yehowah me preservou vivo, assim como prometeu, durante estes quarenta e cinco anos desde que Yehowah fez esta promessa a Moisés, quando Israel andou no ermo, e agora, eis que tenho hoje oitenta e cinco anos de idade. Contudo, sou hoje tão forte como no dia em que Moisés me enviou. Como era meu poder então, assim é meu poder agora para a guerra, tanto para sair como para entrar.” — Jos 14:6-11.

A cidade de Hébron (a fortaleza chamada Quiriate-Arba, que estava em poder dos anaquins gigantes), bem como seu território circundante, inclusive a vizinha Debir, foi designada a Calebe, como posse dele. Em 1 Samuel 30:13, 14, onde se fala sobre os amalequitas incursionarem “no sul de Calebe”, isso evidentemente não se refere a uma cidade com tal nome, mas, antes, a esta região designada a Calebe e chamada pelo nome dele; por isso, a incursão se deu ‘no sul do território de Calebe’.

Ao receber sua possessão, Calebe declarou: “Quem golpear Quiriate-Sefer [também chamada Debir] e deveras a capturar, a este hei de dar minha filha Acsa por esposa.” Otniel, seu sobrinho (o primeiro juiz de Israel depois da morte de Josué), capturou a cidade e ganhou o prêmio. Calebe, então, deu como presente de casamento à sua filha, a pedido desta, Gulote Alta e Gulote Baixa, além dum “pedaço de terra ao sul”. — Jos 15:13-19; Jz 1:11-15; 3:9-11.

Acsa é alistada como filha de “Calebe, irmão de Jerameel” (o N.° 1 acima), que viveu cerca de um século e meio antes de “Calebe, filho de Jefuné”. (1Cr 2:42, 49) Alguns comentadores dizem que havia apenas um Calebe. Mas o grande intervalo de tempo entre o neto de Judá, Esrom, e a povoação de Canaã, impede tal conclusão. Outros dizem que ambos os Calebes devem ter tido filhas com o mesmo nome. Entretanto, mulheres foram mencionadas em genealogias apenas quando desempenharam um papel importante na história do povo de Deus. E visto que havia apenas uma famosa Acsa, ela deve ter sido a filha do segundo Calebe, filho de Jefuné. Ainda outros comentadores retirariam do versículo (1Cr 2:49) a declaração sobre Acsa como adição deslocada de escribas, mas não têm para isso nenhuma autoridade textual. Entretanto, é mais razoável pensar que o escritor original incluiu intencionalmente esta nota abrupta no versículo 49 com um objetivo especial, usando “filha” em sentido mais amplo, para significar descendente, a fim de trazer à atenção o fato de que Acsa não era somente filha de Calebe, filho de Jefuné, mas também descendente direta de Calebe, filho de Esrom.

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Compartilhe Este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Pesquise outros Estudos