segunda-feira, 20 de julho de 2009

Postado por Eduardo G. Junior Em | 1 comment

estudo bíblico sobre natanaelNatanael
[Do hebr., significando “Deus Deu”].

Presumivelmente o nome de Bartolomeu, portanto, um dos 12 apóstolos de Jesus. Bartolomeu, que significa “Filho de Tolmai”, era um termo patronímico (isto é, nome derivado do pai). O apóstolo João usa o nome próprio dele, Natanael, ao passo que Mateus, Marcos e Lucas o chamam de Bartolomeu. Ao fazerem isso, associam Filipe e Bartolomeu, assim como João relaciona Filipe com Natanael. (Mt 10:3; Mr 3:18; Lu 6:14; Jo 1:45, 46) Não era incomum pessoas serem conhecidas por mais de um nome. Por exemplo, “Simão, filho de João”, passou a ser conhecido também como Cefas e Pedro. (Jo 1:42) Nem era excepcional ser Natanael chamado de Bartolomeu, ou “Filho de Tolmai”, assim como outro homem era chamado simplesmente de Bartimeu, ou “Filho de Timeu”. (Mr 10:46) Os dois nomes, Natanael e Bartolomeu, são usados intercambiavelmente pelos escritores cristãos nos séculos seguintes.

Natanael era de Caná da Galiléia. (Jo 21:2) Começou a seguir muito cedo a Jesus no ministério do Amo. Filipe, depois de aceitar a convocação de Jesus: “Sê meu seguidor”, procurou imediatamente seu amigo Natanael e convidou-o a ‘vir e ver’ o Messias. Natanael perguntou: “Pode sair algo bom de Nazaré?”, mas ele aceitou então o convite. Jesus, vendo-o chegar, observou: “Eis um israelita de verdade, em quem não há fraude.” Natanael deve ter sido um homem excepcional para Jesus fazer essa declaração. Por Jesus dizer isso e declarar que vira Natanael sob uma figueira antes de Filipe o chamar, Natanael confessou que Jesus, deveras, era “o Filho de Deus, . . . Rei de Israel”. Jesus assegurou-lhe que ele ‘veria coisas maiores do que estas’. — Jo 1:43-51.

Natanael, como um dos 12, estava constantemente presente durante o ministério de Jesus, sendo treinado para serviço futuro. (Mt 11:1; 19:25-28; 20:17-19, 24-28; Mr 4:10; 11:11; Jo 6:48-67) Após a morte e ressurreição de Jesus, Natanael e outros apóstolos voltaram para a sua pescaria, e foi quando se aproximavam da margem no seu barco, certa manhã, que Jesus os chamou. Natanael, diferente de Pedro, ficou no barco até atracar, e então, juntando-se aos demais no desjejum, acompanhou a significativa palestra entre Jesus e Pedro. (Jo 21:1-23) Ele estava também com os outros apóstolos quando se reuniam para oração, e no dia de Pentecostes. — At 1:13, 14; 2:42.

Um comentário:

Compartilhe Este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Pesquise outros Estudos