terça-feira, 28 de julho de 2009

ZÍPORA, ESTUDOS BÍBLICOS, SIGNIFICADO, NOME
Zípora
[Pássaro; ou, possivelmente: Passarinho].

Esposa de Moisés: Zípora conheceu Moisés junto a um poço, quando ela e suas seis irmãs davam água aos rebanhos de seu pai. Quando apareceram certos pastores que, como de costume, tentaram enxotar as moças, Moisés ajudou-as, dando ele mesmo de beber aos rebanhos. Por esta bondade, foi convidado ao lar de Zípora, e, por fim o pai dela, o sacerdote Jetro, deu-a em casamento a Moisés. (Êx 2:16-21) Zípora deu dois filhos a Moisés: Gersom e Eliézer. — Êx 2:22; 18:3, 4.

QuandoYehowah mandou que Moisés voltasse ao Egito, Zípora e os dois filhos deles passaram a acompanhá-lo. Ao longo do caminho, ocorreu um incidente muito grave, dizendo sobre isso o relato um tanto obscuro: “Ora, sucedeu na estrada, na pousada, que Yehowah [LXX: “o anjo de Yehowah”] foi encontrá-lo e procurava um modo de entregá-lo à morte. Por fim, Zípora tomou uma pederneira e cortou o prepúcio de seu filho, e fez que tocasse nos pés dele e disse: ‘É porque és para mim um noivo de sangue.’ Por conseguinte, ele o largou. Naquele tempo ela disse: ‘Noivo de sangue’, por causa da circuncisão.” — Êx 4:24-26.

Os peritos têm proposto muitas interpretações desta passagem, das quais algumas foram incorporadas em traduções modernas da Bíblia. (Veja ALA, BMD, BLH, BV, CBC, IBB, JB, LEB, MC, NE, RS, So, bem como a Zürcher Bibel alemã, a Bover-Cantera em espanhol e as versões Crampon, Lienart e Segond em francês.) Essas interpretações tentam resolver a questão de se a vida de Moisés ou a do filho estava ameaçada, se Zípora tocou os pés de Moisés, ou os pés do filho, ou os pés do anjo com o prepúcio. Aventam também opiniões sobre o motivo de Zípora dizer (e a quem ela disse): “És para mim um noivo de sangue.”

Parece que era a vida do filho que estava em perigo, em vista do que a lei da circuncisão declarava em Gênesis 17:14; que Zípora circuncidou o menino porque se dava conta de que o assunto precisava ser endireitado; que ela lançou o prepúcio aos pés do anjo que ameaçava a vida do menino, para demonstrar seu acatamento da lei de Deus; que Zípora se dirigiu a Yehowah por meio do Seu anjo representativo ao exclamar: “És para mim um noivo de sangue”, fazendo-o para mostrar que aceitava sua posição de esposa no pacto da circuncisão, com Yehowah por esposo. — Veja Je 31:32.

No entanto, não há meios de se resolver biblicamente essas questões com certeza. A leitura literal do hebraico antigo, neste trecho, acha-se encoberta pelas expressões idiomáticas empregadas há quase 3.500 anos. Este é o motivo de traduções literais (Ro, Yg) e outras (Al, AS, KJ, Da, Dy, JP, Mo, Le, PIB), inclusive a antiga Septuaginta grega, não serem claras neste assunto.

Pelo visto, Zípora voltou para visitar os pais, pois, após o Êxodo, Zípora e seus dois filhos acompanharam Jetro de volta para junto de Moisés, no acampamento no ermo. (Êx 18:1-6) A presença recém-notada de Zípora ali, pelo visto, suscitou o ciúme de Miriã, irmã de Moisés, e esta (junto com Arão) aproveitou-se da procedência cusita de Zípora como desculpa para se queixar de Moisés. (Núm 12:1) Isto não indica que Zípora tinha morrido e que Moisés se tinha casado de novo com uma etíope, como se argúi comumente, pois, embora o termo “cusita” geralmente se refira aos etíopes, pode também abranger as pessoas da Arábia.

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Compartilhe Este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Pesquise outros Estudos