quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Posted by Eduardo G. Junior In | No comments
CARTAS, PAULINAS, PASTORAIS, TEOLOGIA, ESTUDOS BIBLICOSTrês cartas do NT são conhecidas por esse nome: as duas cartas a Timóteo e a carta a Tito. São chamadas cartas pastorais desde o século XVIII, porque dão orientações para o pastoreio de igrejas.

Por serem semelhantes em linguagem e estilo, geralmente são analisadas em conjunto nas introduções ao NT. Tratam de condições e formas de organização que havia nas igrejas da época. Quando combatem heresias são semelhantes; são caracterizadas pela mesma teologia. Em suma, formam uma unidade dentro do NT.

A apresentação abaixo segue o esboço usado até aqui em todos os escritos do NT, mas com as adaptações necessárias para a forma das cartas pastorais. Inicialmente apresento uma visão panorâmica do conteúdo das cartas juntamente com a divisão, versículos-chave e afirmações-chave. Depois seguem observações sobre as ênfases teológicas de cada carta. Em seguida serão apresentados, resumidamente, os destinatários. A maior parte, no entanto, será dedicada à questão da autenticidade, ou seja, as cartas pastorais vêm do apóstolo Paulo, ou de outro autor que escreveu em nome de Paulo. Em relação a isso existe entre muitos exegetas do NT a firme convicção de que Paulo não foi o autor destas cartas. Essa posição é submetida a uma análise profunda, na qual levaremos em consideração o gênero literário e o contexto histórico. Com base no resultado sobre a autoria faremos também algumas considerações sobre local e data.

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Compartilhe Este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Pesquise outros Estudos