terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Posted by Eduardo G. Junior In , | 13 comments
MULHERES, CONTRA, PAULO, APÓSTOLO, ESTUDO, TEOLOGIA, EVANGELHO
O Apóstolo Paulo era Contra as Mulheres?

‘Os ensinos do apóstolo Paulo têm sido usados como base de grande parte do preconceito contra as mulheres na igreja cristã.’ Foi o que disse a juíza Cecilie Rushton, de Auckland, Nova Zelândia, num ensaio apresentado em princípios de 1993 à Conferência de Direito da Comunidade Britânica, em Chipre. “Sua Epístola a Timóteo”, acrescentou ela, “revela sua opinião: ‘Mas não permito que a mulher ensine, nem que usurpe a autoridade do homem, mas que esteja em silêncio’”. — 1 Timóteo 2:12, King James Version.

Ao escrever a respeito do papel ou esfera de atividades das mulheres, será que Paulo estava simplesmente expressando sua opinião, ou foi inspirado por Deus? Vistas na sua totalidade, será que as epístolas, ou cartas, de Paulo realmente refletem preconceito contra as mulheres? Em que contexto são empregadas as palavras, acima citadas, de Paulo a Timóteo?

Qualificações de Paulo

Atribui-se a Paulo a autoria de 14 dos 27 livros das Escrituras Cristãs. Sua habilidade milagrosa de falar em muitas línguas era evidência de que o espírito santo operava sobre ele. Além disso, ele atestou visões sobrenaturais. (1 Coríntios 14:18; 2 Coríntios 12:1-5) Seu exemplo abnegado, fervoroso e amoroso gerava um vínculo íntimo de calorosa afeição fraternal entre ele e contemporâneos cristãos. (Atos 20:37, 38) Seus escritos, incluindo o que disse sobre as mulheres, fazem parte de ‘toda a Escritura, que é inspirada por Deus e proveitosa para ensinar’. — 2 Timóteo 3:16.

As mulheres nas cartas de Paulo

Os escritos de Paulo estão repletos de evidências de reconhecimento e respeito pelas mulheres. Repetidas vezes ele faz referência a elas em seus diversos papéis na congregação e na família. Numa de suas cartas, comparou as qualidades desejáveis do pastor cristão às de uma mãe lactante. — 1 Tessalonicenses 2:7.

O apóstolo teceu elogios calorosos a respeito de muitas de suas irmãs cristãs, mencionadas por nome em suas cartas. Alguns dos cumprimentos aos membros da congregação em Roma foram dirigidos especificamente a certas mulheres ‘que trabalhavam arduamente no Senhor’. (Romanos 16:12) Com respeito a Evódia e Síntique, ele incentivou os irmãos em Filipos a ‘persistir em auxiliar essas mulheres, que se esforçaram lado a lado com ele nas boas novas’. (Filipenses 4:3) Numa carta a Timóteo, Paulo reconheceu a fé exemplar de Lóide, a avó desse rapaz, e de Eunice, sua mãe. — 2 Timóteo 1:5.

E há algum indício do que as irmãs cristãs de Paulo sentiam por ele? Com gratidão, ele disse sobre Áquila e Prisca, um casal com quem se associava intimamente, que não só Áquila, mas também sua esposa, Prisca, ‘arriscaram os seus próprios pescoços por sua alma’. — Romanos 16:3, 4.

Preconceito contra as mulheres?

“Não critiques severamente um ancião. Ao contrário, suplica-lhe como a um pai, os homens mais jovens, como a irmãos, as mulheres mais idosas, como a mães, as mulheres mais jovens, como a irmãs, com toda a castidade.” (1 Timóteo 5:1, 2) Não é verdade que essas palavras de Paulo a Timóteo refletem respeito salutar pelas mulheres? Paulo dava uma medida igual de honra tanto a homens como a mulheres na congregação cristã. “Não há nem judeu nem grego”, escreveu ele, “não há nem escravo nem homem livre, não há nem macho nem fêmea; pois todos vós sois um só em união com Cristo Jesus”. — Gálatas 3:28.

Com respeito aos papéis que Deus designou ao homem e à mulher no casamento, Paulo escreveu: “As esposas estejam sujeitas aos seus maridos como ao Senhor, porque o marido é cabeça de sua esposa, assim como também o Cristo é cabeça da congregação, sendo ele salvador deste corpo.” (Efésios 5:22, 23; note 1 Coríntios 11:3.) É verdade que os papéis do marido e da esposa diferem, mas isso não quer dizer que um ou outro seja inferior. Os papéis são complementares, e cumprir cada um seu respectivo papel é um desafio que, se levado a cabo, promove o bem-estar da família. Além disso, não se intencionava que a chefia do marido fosse opressiva ou desamorosa. Paulo continuou: ‘O marido deve estar amando a esposa como ao seu próprio corpo’, estando disposto a fazer grandes sacrifícios por ela. (Efésios 5:28, 29) Os filhos deveriam obedecer tanto ao pai como à mãe. — Efésios 6:1, 2.

Digno de nota, também, é o que Paulo disse com respeito às intimidades conjugais. Foi com imparcialidade que Paulo escreveu: “O marido renda à esposa o que lhe é devido; mas, faça a esposa também o mesmo para com o marido. A esposa não exerce autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim o seu marido; do mesmo modo, também, o marido não exerce autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim a sua esposa.” — 1 Coríntios 7:3, 4.

‘A mulher esteja em silêncio’

Será que as palavras de Paulo em 1 Timóteo 2:12, citadas no primeiro parágrafo, ao defender o “silêncio” das mulheres, originam-se de preconceito contra elas? Não! O “silêncio” requerido era em relação a ensinar e exercer autoridade espiritual na congregação, em consideração ao já mencionado relacionamento homem—mulher estabelecido por Deus.

Isso não significa que as mulheres não possam ser instrutoras da verdade divina. Paulo incentivou as mulheres de mais idade a ser “instrutoras do que é bom” para as mulheres mais jovens. Seguindo o exemplo de Eunice e de Lóide, que instruíram Timóteo, as mães cristãs devem instruir os filhos em maneiras piedosas. (Tito 2:3-5; 2 Timóteo 1:5) Assim, qual é sua conclusão? Será que os escritos de Paulo, vistos na sua totalidade, justificam a acusação de preconceito contra as mulheres

13 comentários:

  1. E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a tua dor e a tua conceição; com dor terás filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará. (Gn 3:16)

    Quem disse isso foi deus!!!
    Ou o homem escreveu na intenção de dominar o mundo?

    ResponderExcluir
  2. João 8- 3,4 e 5

    E os escribas e fariseus trouxeram-lhe uma mulher apanhada em adultério;

    E, pondo-a no meio, disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada, no próprio ato, adulterando.

    E na lei nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes?

    Na lei de Moises, a mulher adulterando, fosse apedrejada. E o homem que estivesse com ela?
    Para o homem não havia punição?

    ResponderExcluir
  3. Os manuscritos אBSys omitem desde o versículo 53 até o capítulo 8, versículo 11, com algumas variantes nas diversas versões e textos gregos. A maioria dos eruditos modernos acreditam que esses versículos eram apenas uma tradição passada oralmente sobre Jesus e que foi acrescentada posteriormente na borda do manuscrito e, quando foi recopiado, alguém o introduziu como se fosse parte do evangelho joanino. Pela lei o homem também deveria ser apedrejado.

    Mesmo sendo apenas uma tradição, a formulação dessa ideia pode também indicar a parcialidade com o que a lei de Moisés estava sendo aplicada, fazendo pesar sobre as mulheres e nem tanto sobre os homens. Ou, como ela foi "pega" em adultério, talvez o homem tenha conseguido fugir antes de ser pego. Enfim, estamos aqui no campo da conjectura, não podemos ser dogmáticos sobre isso.

    ResponderExcluir
  4. Eclesiastes 7- 26
    26 E eu achei uma coisa mais amarga do que a morte, a mulher cujo coração são laços e redes, e cujas mãos são grilhões; quem agradar a Deus escapará dela; mas o pecador virá a ser preso por ela.

    Números 5:11 Disse mais o Senhor a Moisés:
    Números 5:12 Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Se a mulher de alguém se desviar pecando contra ele,
    Números 5:13 e algum homem se deitar com ela, sendo isso oculto aos olhos de seu marido e conservado encoberto, se ela se tiver contaminado, e contra ela não houver testemunha, por não ter sido apanhada em flagrante;

    Números 5:20 mas se te desviaste, violando o voto conjugal, e te contaminaste, e algum homem que não é teu marido se deitou contigo, -
    Números 5:21 então o sacerdote, fazendo que a mulher tome o juramento de maldição, lhe dirá: - O Senhor te ponha por maldição e praga no meio do teu povo, fazendo-te o Senhor consumir-se a tua coxa e inchar o teu ventre;

    Números 5:24 e fará que a mulher beba a água de amargura, que traz consigo a maldição; e a água que traz consigo a maldição entrará nela para se tornar amarga.

    ResponderExcluir
  5. Deuteronômio- 22
    14- E lhe imputar coisas escandalosas, e contra ela divulgar má fama, dizendo: Tomei esta mulher, e me cheguei a ela, porém não a achei virgem;
    20, 21 - Porém se isto for verdadeiro, isto é, que a virgindade não se achou na moça,

    Então levarão a moça à porta da casa de seu pai, e os homens da sua cidade a apedrejarão, até que morra; pois fez loucura em Israel, prostituindo-se na casa de seu pai; assim tirarás o mal do meio de ti.

    Devemos ser realistas: O preconceito bíblico contra a mulher, é claro e notório.
    Com quem esta moça iria perder a virgindade?
    Com um homem é claro!
    Em 2° Samuel 11- Relata que Davi viu uma mulher formosa que estava tomando banho. Davi a desejou, enviou um mensageiro que a trouxessem...deitou-se com ela.

    Este era o desejo dela deitar-se com Davi?
    Ou prevalecia apenas o desejo do homem?
    Teria ela o direito de recusar?
    A Bíblia me deixa com tantas interrogações!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Se constata claramente a rebeldia de centenas de mulheres que pressionam homens desmoralizados a permitirem a liderança feminina sobre homens.
    A mulher é totalmente capacitada para tudo,e pode exercer qualquer função secular, mas como líder, cabeça,na área espiritual não.
    Porque a Bíblia proíbe categoricamente a liderança feminina na igreja!
    Porque o Senhor escolheu somente homens para serem os cabeças das tribos de Israel?

    ResponderExcluir
  7. Oi! Não acho que Paulo ao escrever sobre as mulheres, estaria errado, não,não estaria paramos para pança não foi a mulhe que se deixou engana-se pela serpente e induzindo ao homem, e ele pegou pelo crime que amulher cometeu,no novo testamento em Romanos , no
    Caps18
    Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos so homens para justificação de vida
    Caps19
    Porque,como,pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores,assim,pela obediência de um,muitos serão feito justo, notou que o nosso DEUS colocou a culpa do erro de Eva em Adão, mesmo ELE sabendo que quem errou foi a mulher, a culpa caiu sobre o homem.
    Não acha que quando Paulo fala sobre as mulheres
    ele tem um pouquinho de razão, nós mulheres temos a mania de achar que podemos mais que os homem, se deicharmos o nosso DEUS nos conduzi seriamos mas feliz com os nosso conjê.

    ResponderExcluir
  8. Anonimo, Veja que a culpa não caiu somente no homem, mas sim em cada um deles participantes, veja que ele deu uma porção para cada, a mulher terá a conceição com dores, o homem, viverá do suor do seu trabalho, e a cobra rastejará a barriga e será inimiga da mulher/homem, este lhe ferira a cabeça e a cobra lhe ferira o calcanhar

    ResponderExcluir
  9. Já li a biblia de Genesis ao Apocalipsi,e cheguei a uma conclusão: se tu tens sabedoria , então, entenderás que o preconceito na religião , o machismo dos homens e o feminismo das mulheres são vaidades abaixo do sol que não produzem resultados beneficos e uteis na humanidade.

    ResponderExcluir
  10. Nosso espirito não tem sexualidade,não existe espirito feminino ou masculino,Paulo não teve preconceito ele foi sábio naquela ocasião em alertar que as mulheres se limitassem ali pois ali haviam pessoas intolerantes como hoje ainda existem.Deus não é preconceituoso é um insulto pensar assim.Deus escolheu Débora como profetisa e juíza,mais de vinte e uma mulheres na bíblia são escolhidas para o propósito da salvação.O homem com sua corrupção deturpa as palavras de Paulo.Ora querem converter judeu ao cristianismo criado por Constantino.Melhor é sentarmos aos pés de um rabino judeu e estudarmos a torah para que no Dia não sejamos envergonhados!

    ResponderExcluir
  11. Nem sempre quando se fala na mulher deve se acreditar que seja a figura feminina,pois,a igreja é figura ilustrativa na bíblia como figura feminina.Na passagem bíblica que no Dia será terrível para as que estão grávidas ou amamentam não implica em dizer que são mulheres e sim igrejas que ainda não preparam seus congregados,ainda estão em fase de gestação ou ainda dão leite para um povo que já deveria está formado e nascido no Senhor e comendo comida sólida.Na passagem que fala que não seja a noite e nem esteja chovendo e nem seja no sábado,na verdade está falando nas trevas que o mundo vive, a frieza espiritual e no Shabat que é guardado pelos sábios pois é dia santo para o Senhor.Cuidado! tem evangélico se convertendo a Jesus e glorifica Jesus em nome de Jesus!Pessoas assim nem se quer sabe o motivo da sua existência!Shalom!

    ResponderExcluir
  12. Pr. por favor me ajude sou jovem e sou lider de um grupo de jovns q estudam em um País fora do brasil, em nosso grupo temos jovens (femino) que tem um testimunho maravilhoso diante de Deus e eu dou oportunidade pra elas pregarem em nossos cultos aos domingos, mas recentimnte veio um pr. aqui e usou os txtos de paulo a timoteu 2,12 e falou q mulher n pode pregar e nem ter cargos na igreja desse tipo, o que vc acha sobre isso esta certo ou errado?
    eu dando a oportunidad pra elas pregarem eu estou fugindo da biblia? por favor m ajude

    ResponderExcluir
  13. O apóstolo Paulo amava e respeitava as mulheres em todos os sentidos...DESDE que elas fossem nulidades sem opiniões,sem abrir a boca.Se quisessem se informar deveram consultar seus maridos...e se os maridos fossem uns ignorantes? Coitadas das mulheres seguidoras do ensinamento do Apóstolo...Tentarei escrever e analisar de forma leiga e especulativa textos bíblicos em meu blog valorososevencedores.blogspot.com

    ResponderExcluir

Bookmark Us

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Pesquise outros Estudos