segunda-feira, 6 de junho de 2011

Postado em | No comments

VISÃO, FUTURO, ABRAÃO, PROMESSA, DEUS, ESTUDO BIBLICO, TEOLOGIA
Abraão tinha boas razões para temer a vingança dos reis derrotados; mas a Voz divina o tranquilizou. Todos nós temos necessidade de uma proteção, porque o mundo nos odeia. Nossa recompensa por todo sacrifício que tivermos feito sera o próprio Deus. Recusemo-nos a pegar até as correias das sandálias de Sodoma, e Deus será nosso grandioso galardão. O patriarca se dirigiu a Deus como Adonai Jeová, expressão que só ocorre mais duas vezes no Pentateuco. Enquanto ele estivesse derramando a amargura de sua alma, as estrelas apareceram. “Conta as estrelas”, falou-lhe seu Amigo todo-poderoso. “Será assim a tua posteridade!” E ele “creu”. É a primeira vez que essa poderosa palavra aparece nas Escrituras. O apóstolo Paulo explorou isso bastante em seus escritos. (Ver Romanos 4.9 e Gálatas 3.6.) Era como se tudo já tivesse acontecido.

Dai em diante o patriarca contou com a fidelidade de Deus. Nos tempos antigos as partes ratificavam uma aliança passando entre os elementos do sacrifício. Para proporcionar forte consolação, o Todo-Poderoso confirmou sua palavra com um juramento. (Ver I Iebreus 6.17.) Mas Deus precisa esperar até que chegue a hora do cumprimento.



Cf. A Chamada de Abraão (Vídeo Aula)
Assista essa vídeo aula mostrando os pontos teológicos da chamada de Abraão.
Cf. Abraão no Egito (Vídeo Aula)
Assista essa vídeo aula sobre a estadia de Abraão da terra antigo do Egito.
Cf. A Arqueologia e Abraão
Estudo mostra achados arqueológicos que provam a existência histórica de Abraão.

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Compartilhe Este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Pesquise outros Estudos