quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Posted by Eduardo G. Junior In | No comments
CENTURIÃO, CRIADO, CURA, MONTANHA, SERMÃO, MATEUS, EVANGELHO, ESTUDO BIBLICO
A Cura do Criado do Centurião (Leia Mateus 8:5-13) Uma narração mais completa deste milagre é dada em Lc 7.2-10 (ver notas). Centurião (v.5). O posto de centurião era entre sargento e tenente, que correspondia a subtenente e era de muita responsabilidade. Criado (v.6) gr. país, lit. “rapaz”. Esta palavra tinha diversos sentidos, como no português, às vezes significando menino e outras, criado. Paralítico e violentamente atormentado (v.6). Não significa necessariamente que sentia muita dor. O centurião, respondendo, disse (v.8). O centurião não assistiu pessoalmente como se vê no trecho paralelo de Lc 7.1-10. A resposta foi dada por intermédio de mensageiros. Uso semelhante da palavra “disse” se acha em Mt 11.3. Criado (v.9). Aqui significa escravo. Maravilhou-se (v.10). Uma indicação da perfeita humanidade de Cristo. Tanta fé (v.10). O centurião compara Jesus a si mesmo, no sentido de que Ele está sob autoridade. Indica assim que crê que Jesus tem todo o poder de Deus a seu dispor, e que sua palavra será obedecida incontinenti, mesmo em questões de doença e de morte. Do oriente e do ocidente (v.11). Citação dos LXX do Sl 107.3. Cfr. também Is 49.12, 59.19, Ml 1.11. O Senhor se refere à entrada dos gentios no reino, mercê do evangelho, e à vasta assembléia final, quando Ele voltar. Assentar-se-ão (v.11) lit. reclinar-se-ão à mesa. Os antigos tomavam as refeições reclinados num divã, apoiados no cotovelo esquerdo. O Senhor pinta o quadro oriental de um grande banquete para ilustrar o mundo vindouro, não somente aqui como nas parábolas das bodas (Mt 22.1-14) e da grande ceia (Lc 14.15-24). Filhos do reino (v.12). Os judeus, a quem o reino pertencia em realidade. Trevas exteriores (v.12). Quer dizer a perdição, a segunda morte. Ali haverá pranto e ranger de dentes (v.12). A palavra ali é enfática. A frase alude ao Sl 112.10. Como creste (v.13). A nossa fé é sempre a medida da bênção almejada.

Cf. Cristologia: Estudo sobre Jesus Cristo
Cf. Teologia Bíblica e o Cânon
Cf. Literatura no Judaísmo
Cf. Tradição Apocalíptica

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Bookmark Us

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Pesquise outros Estudos