terça-feira, 22 de novembro de 2011

Posted by Eduardo G. Junior In , | No comments
TRANSFIGURAÇÃO, MOISÉS, ELIAS, JESUSJesus, Moisés e Elias na Transfiguração (Leia Lucas 9:28-36). Sob certos aspectos, esse foi o ponto mais alto da carreira terrena de nosso Salvador. Ele foi o segundo Adão e não pecou. Não havia razão, portanto, para que morresse. Ele poderia, num momento, ter sido transformado; o que era mortal poderia ter sido absorvido pela vida. A porta através da qual Moisés e Elias tinham vindo permanecia aberta, e, por ela, o Senhor poderia ter retornado. Mas se fizesse jamais poderia ser o Salvador da humanidade. Ele sabia disso; por isso, virou as costas A alegria que estava diante dele e voltou o rosto para o Calvário. Moisés veio representando a Lei, e Elias, os profetas. Cada um desses grandes departamentos da revelação divina havia mencionado previamente sua vinda (24.27,44). Como as estrelas empalidecem ao nascer do sol, a missão deles, agora, fundia-se nele. Eles falavam da sua “partida” (literalmente, seu “êxodo”), e foi daqui que Pedro tomou o termo que aplicou à sua própria morte (2 Pe 1.15). Os apóstolos nunca esqueceram essa manifestação da glória do Senhor (1 Jo 1.1-4; 2 Pe 1.17). Sempre que ouvirmos dizer que Cristo é o Amado de Deus, lembremo-nos de Efésios 1.6.

Outros estudo que podem lhe interessar:

Cf. Comentário do Evangelho de João
Cf. Alegrai-vos Com os Que se Alegram — Romanos 12:15
Cf. Orar com Confiança — Gênesis 24:12
Cf. Persisti em Andar por Espírito — Gálatas 5:16

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Bookmark Us

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Pesquise outros Estudos