2009/05/19

Comentário de João 4:19

A mulher disse-lhe: Senhor,... Com outro semblante, e um ar diferente e gestos, com outro acento e tom de fala, derrubando as zombarias dela:

Percebo que és um profeta;... Tal como Samuel era, que poderia contar para Saul o que estava no seu coração, e que o asnos do seu pai tinham sido achados, e onde eles estavam, 1Sa 9:19; e como Eliseu cujo coração foi com o seu servo Gerazi, quando Naamã veio a ele para o conhecer, e lhe dá presentes; e que poderia contar, antes do mensageiro do rei vir a ele, que o filho de um assassino tinha enviado para lhe tirar a cabeça, 2Reis 5:26. E tal profeta que teve esse espírito de discernimento é que a mulher achou ser o Cristo; e que realmente é maior que um profeta, e é o Deus onisciente; que sabe os corações de todos os homens, pensamentos, palavras e ações, e não precisa que qualquer pessoa lhe dê testemunho do que há no homem;
[1] porque ele sabe o que há neles, e feito por eles; e pode lhes contar tudo aquilo que eles já fizeram, como ele fez com esta mulher, João 4:29. Agora, a fim de, ou mudar de assunto, que, de fato, a tocou profundamente, ou então sendo verdadeiramente sensível ao pecado dela, e desejando reformá-la, para no futuro adorar a Deus do lugar e maneira que ele tinha dirigido, ela se dirigi a Cristo nas seguintes palavras:


Fonte:
John Gill's Exposition of the Entire Bible

_____________
Notas:
[1] Cf. João 2:25. N do T.

Nenhum comentário:

Postar um comentário