2009/06/30

Comentário da Carta de Tiago 1:2

comentario da carta de tiago, comentario biblico1.2 Considerai tudo com alegria, meus irmãos, ao enfrentardes diversas provações,

Considerai tudo com alegria...

Após os cumprimentos, Tiago passa a considerar um assunto vital, a reação correta dos cristãos diante de provações. Em vez de encarar as provações com sentimento de tristeza, depressão ou medo, exorta-se os cristãos a encará-las como motivo de alegria. Isso não desconsidera o fato de que as provações podem ser muito ‘pesarosas’. A própria aflição não dá motivo para regozijo, porque pode ser muito dolorosa. (Heb. 12:11) Mas, Tiago está encarando o assunto das provações do ponto de vista do possível resultado final. Por isso, ao sofrermos provações, devemos considerar toda a situação com alegria, reconhecendo que esta experiência pode ser para o nosso bem, nossa eterna felicidade. (Mat. 5:10-12)

Meus irmãos...

A congregação cristã é uma ‘associação de irmãos’, cujos membros são irmãos espirituais. (1 Ped. 2:17; 5:9) Jesus Cristo disse aos seus discípulos: “Todos vós sois irmãos.” (Mat. 23:8) Dirigindo-se aos concrentes como a “meus irmãos”, Tiago reconheceu que estava no mesmo nível deles. Como irmão, estava vitalmente interessado neles, preocupado com as provações que lhes sobrevinham e desejoso de que acatassem seu conselho, como provindo dum irmão amado.

Ao enfrentardes diversas provações...

Nós, como cristãos, enfrentamos muitas provações. O termo grego para ‘enfrentar’ dá a entender um encontro inesperado e desagradável, como quando alguém se confronta com um assaltante. (Luc. 10:30, onde o mesmo verbo é vertido por “caiu entre”.) As provações, adversidades, dificuldades ou aflições podem incluir as comuns aos homens em geral: doença, pobreza, a perda de entes queridos, tentações e outras coisas provadoras de nossa fé. Além disso, temos de esperar sofrer por sermos escravos de Deus e do Senhor Jesus Cristo. (1 Ped. 2:19 a 3:1) O apóstolo Paulo escreveu: “Todos os que desejarem viver com devoção piedosa em associação com Cristo Jesus também serão perseguidos.” (2 Tim. 3:12) Paulo disse aos cristãos em Tessalônica que eles estavam “destinados a sofrer tribulação”. (1 Tes. 3:3, 4)

Nenhum comentário:

Postar um comentário