2009/06/22

Comentário de João 11:52

11:52 - E não apenas pela nação,… Pois embora Cristo, como profeta, fosse enviado apenas para os Judeus, e fosse um ministro da circuncisão, ainda assim como sacerdotecomentario do evangelho de João, comentario biblico ele não morreu apenas por eles, mas também pelos Gentios; até mesmo pelo inteiro Israel místico de Deus em todo o mundo, quer entre os Judeus ou Gentios; veja 1 João 2:2.

Mas também para reunir em um corpo os filhos de Deus que andavam dispersos. Por qual pode ser significado, não só os eleitos de Deus entre os judeus que foram espalhados entre as nações do mundo[1] para quem o Cristo morreu, e a quem o Evangelho foi em primeiro lugar enviado, e foram reunidos em um estado de igreja do Evangelho; veja João 7:35; mas, antes, os eleitos de Deus entre os Gentios,[2] chamados "os filhos de Deus", em oposição a uma noção dos judeus que levavam este caráter, devido a adoção nacional deles, e negam-na aos Gentios, enquanto os considerando nada mais diferente do que cachorros; e porque eles eram os filhos de Deus por adoção especial, no divino, na predestinação, e na convenção da graça; e foram considerados assim, quando determinado a Cristo que olhou neles como nesta relação, quando ele assumiu a natureza deles, e morreu no lugar deles; e não somente porque eles pareceriam ser os filhos de Deus em regeneração daqui por diante, e por fé em Cristo Jesus, e o testemunho do Espírito que eles eram assim;[3] e muito menos porque eles tiveram uma aptidão e disposição para serem declarados filhos de Deus, visto que eles eram por natureza como outros, filhos do furor:[4] e é dito que estes estão “espalhados", tanto para longe de Deus, como eles eram devido a Queda, e pelas suas próprias transgressões; o qual os separavam entre Deus e eles, e os colocavam a uma distância dele; pois na condição natural deles, e estado de natureza, eles estavam longe Dele, e de um ao outro; que não só pode ser considerado distância de lugar, espalhados nas várias partes do mundo, mas a discordância nas suas mentes e julgamentos, na religião e caminhos; cada um buscando o seu próprio modo, indo desencaminhadamente como ovelhas perdidas: agora Cristo morreu por eles os trazerem para perto de Deus, para o único e verdadeiro Deus vivo; e os reuni debaixo de sua cabeça, ele, o cabeça comum deles; por quem eles foram representados na crucificação, enterro, e ressurreição; e lhes fazendo um corpo, e os trazendo em um rebanho,[5] em um estado de igreja, e, por último, para um lugar no céu, onde ficarão para sempre com ele; e assim a versão Persa verte: "que ele poderia os juntar em um lugar": e nisto, o novilho vermelho era um tipo de Cristo; de quem o sangue foi borrifado diretamente diante do tabernáculo da congregação, e fora do acampamento; e que era determinado, como diz um escritor judeu (q):

“Vem a mente o desígnio do novilho que era trazido המרוחקים, "esses que estavam longe", do acampamento da Shekiná, para estar próximo a ela.''



___________
Notas

(q) Abarbinel em Lev. xix. 3, 4.
[1] Cf. João 7:35. N do T.
[2] Cf. Efésios 3:6. N do T.
[3] Cf. Romanos 8:15. N do T.
[4] Cf. Efésios 2:3. N do T.
[5] Cf. João 10:16. N do T.

Nenhum comentário:

Postar um comentário