2009/06/23

Comentário de João 14:7

14:7 - Se tivesses me conhecido,… Cristo tendo feito menção da casa de seu comentario biblico, evangelho de joão, novo testamentoPai, e de si mesmo, como o lugar e o caminho de acesso para o Pai, estava disposto a informar a seus discípulos concernente a sua partida deles, e que ele introduz por dizer: “se tivesses me conhecido”; ou seja, mais plena e perfeitamente; pois nisso eles sabiam que Cristo era o Filho de Deus, o Salvador do mundo, e o verdadeiro Messias, embora eles não tivessem sido inteiramente familiarizados com sua pessoa, poder e ofício:

Terías também conhecido o meu Pai;… Pois o conhecimento do Pai e de Cristo, andam juntos; aquele que vê um, vê o outro; aquele que acredita em um, acredita no outro; e o conhecimento de ambos é necessário para vida eterna; e como uma pessoa que aumenta no conhecimento de um, assim aumenta também do outro. Os discípulos tinham algum conhecimento deles, mas era muito pouco e obscuro, em comparação com o que eles tiveram depois.

E, da daqui em diante, vós o conheceis, e o tem visto;...
Alguns leem estas palavras: “daqui em diante, vós o conhecerão, e o verão", ou seja, em um tempo muito curto, quando o Espírito for derramado sobre vós desde o alto, tereis recebido os dons do Espírito Santo, e assim vós tereis um conhecimento aumentado tanto de mim como de meu Pai. Outros as vertem como uma exortação: "daqui em diante conheçam todos vós"; reconheçam o Pai em tudo aquilo que eu fiz, acreditando que vedes o Pai em mim, e em todos os meus trabalhos; embora elas fossem consideradas como uma afirmação, enquanto declarando que eles tiveram pouco de conhecimento do seu Pai até então; "e agora vós o conheceis", ou "porque vós o tendes visto em mim"; em mim, que sou "o brilho da sua glória, e a imagem expressa da sua pessoa".
[1]

14:8 - Felipe disse a ele: Senhor,… Um outro dos seus discípulos se dirige a ele de uma maneira digna e reverente, como Tomé tinha feito antes, o chamando de Senhor, e dizendo a ele, “mostra-nos o Pai, e isso nos basta”: ele fala no nome de todos eles, mostrando a ignorância que todos eles tinham do Pai, e expressam o desejo deles de vê-lo:

Mostra-nos o Pai;… Ele pediu para ver corporalmente o Pai; tal vista gloriosa do Pai, assim como Moisés desejou ter, e os anciãos de Israel tiveram no Monte Sinai; e o significado do pedido é que, se eles tivessem esta visão da glória do Pai, eles ficariam plenamente satisfeito:

E isso nos basta;… Não ficariam mais preocupados com a sua partida deles; nós não teremos mais dúvida sobre a casa do Pai, e as muitas mansões nela; ou de ti mesmo, como o caminho para lá, e de nossa residência eterna com ele; nós ficaremos tranquilos e contentes, e não mais lhe incomodaremos com esse assunto.

14:9 - Jesus disse a ele: tenho estado tanto tempo contigo,… Conversando familiarmente contigo, te instruindo pelo meu ministério, e operando tantas obras milagrosas entre vós, por tanto tempo; veja Hebreus 5:11.

E ainda não viestes a conhecer-me Felipe? Não podes ser tão ignorante assim; visto que tens visto a mim com vossos olhos corporais, você tem que saber que eu sou Deus, pela minha doutrina, que eu vos tenho ensinado, e os milagres que eu operei entre vós: e

Quem me tem visto;… Não com os olhos de seu corpo, mas com os olhos de seu entendimento; aquele que tem contemplado as perfeições da Divindade em mim:

Tem visto o Pai;… As perfeições que estão nele também; pois o mesmo que está nele, está também em mim, e o mesmo que está em mim está nele: eu sou a própria imagem dele, e sou possuído da sua mesma natureza, atributos, e glória, assim como Ele; de forma que aquele que vê um, também está vendo o outro:

Como é que dizes, mostra-nos o Pai? Tal pedido é desnecessário, e mostra a grande fraqueza e entendimento deles.


_____________
Notas

[1] Cf. Hebreus 1:3. N do T.

Nenhum comentário:

Postar um comentário