2009/06/23

Comentário de João 15:3-4

Agora estais limpos pela palavra que eu vos falei. Estas palavras sencomentario biblico, evangelho de joão, novo testamentodo inseridas no discurso relativo à videira e os ramos, e a poda e limpeza para fazê-los mais frutíferos, é pensado pelo erudito Dr. Lightfoot, ser uma insinuação à lei em Lev. 19:23; pela qual foi considerada o fruto das árvores, durante os primeiros três anos, incircuncisos ou impuros, e no quarto ano estavam próprios para o uso; concernente a qual os Talmudistas têm um inteiro tratado chamado de ערלה, "Orla"; os apóstolos que têm desfrutado do ministério de Cristo, e sendo os seus discípulos até então. Embora o, "agora", pareça se referir à remoção e o tirar do ramo murcho e estéril, Judas. Cristo, em João 13:10, tinha falado para os seus discípulos, que eles "estavam limpos, mas não todos", porque o traidor ainda estava entre eles; mas ele é descoberto por Cristo, e ordenado por ele que saísse, e se fez fora de entre eles sobre o seu desígnio mau; e agora Cristo poderia dizer deles todos, que eles estavam limpos: que pode ser entendido da regeneração deles e santificação, nas quais os seus corações foram aspergidos com água limpa; foram lavados com o lavar da regeneração; tendo os seus corações purificados pela fé no sangue de Cristo, e tendo os puros princípios da graça formados em suas almas; de tudo que o Evangelho de Cristo era os meios instrumentais: ou da justificação deles pela retidão de Cristo, pela qual eles estavam justificados de todo o pecado; e estavam limpos, sem mancha, e em paz;[1] que era pelo Evangelho de Cristo, que revela a retidão dele a eles, ou pela oração de justificação que ele, pelo seu Espírito, passou para as suas consciências.

15:4 - Permanecei em mim, e eu em vós,… O primeiro é uma exortação para continuar no exercício da fé e amor em Cristo, apegando-se a ele como cabeça, permanecendo em união com ele com pleno propósito no coração, e assim derivar vida, graça, força, e alimento; o último é uma promessa de encorajamento para o primeiro; pois Cristo é formado nos corações do seu povo, ele continua lá como um princípio vivificante de toda graça. E…

Assim como o ramo não pode dar fruto de si mesmo, a menos que permanece na videira, nem podeis vós, a menos que permaneçais em mim;... O que expressa fortemente a necessidade de permanecerem em união com Cristo por repetidos atos de fé: e é fácil observar que quando os crentes se afastam de Cristo, mesmo que seja parcialmente, e por um tempo, pois eles não podem final e totalmente se afastar dele, numa condição pobre, seca, infrutífera que eles estão.



______________
Notas

[1] Cf. 2 Pedro 3:14. N do T.

Nenhum comentário:

Postar um comentário