2009/06/24

Comentário de João 16:5-6

16:5 - Mas agora eu vou para aquele que me enviou,… Essas palavras pacomentario biblico, evangelho de joão, novo testamentorecem pertencer a Joãos 16:4, e a conter uma razão do porque Cristo falou das tribulações e aflições de seus discípulos agora, por que ele estava indo para seu Pai, quando, uma vez que estivessem à frente de seus negócios neste mundo, assim eles teriam maior força para lutar contra a ira dos homens:

E nenhum de vós me pergunta: para onde vais? Pedro, de fato, perguntou isso, João 13:36; mas o significado dele era: para que parte do país estais indo? Que lugar privado e inacessível é este que ele estava a ponto deixá-los? Ele não tinha nenhuma noção do seu andamento para fora do mundo, ou para o céu, para o seu Pai, e então não indagou nada sobre isto; e quando Cristo tinha sugerido aos seus discípulos, que ele ia para o casa do seu Pai, para preparar-lhes mansões, eles não pareciam o entender, João 14:2. Nem eles perguntaram o que ele quis dizer pela casa do seu Pai, ou o que essas mansões eram que ele ia prepará-las; e o que era a glória que ele ia possuir para ele e eles; nem eles não perguntaram pelo lugar para onde ele ia, nem o caminho para chegar lá, nem a felicidade a ser desfrutada lá.

16:6 - Mas, porque eu vos tenho dito estas coisas,… De serem odiados e perseguidos pelos Judeus, de serem expulsos das sinagogas, de perderem as suas vidas; e particularmente, de sua partida deles, ou a perda de sua presença corporal:

Tristeza vos tem enchido seus corações;... Tristeza devido a sua ausência corpórea por um tempo, essa triste possuiu seus corpos e mentes, agarrou-se em suas faculdades mentais e almas, e permearam todos os seus pensamentos, de forma que nunca lhes entrou no coração, de qualquer um deles, indagar sobre o lugar que ele ia, ou o estado de que ele deveria entrar; que tinham tido eles qualquer noção correta, o teria grandemente contribuído para ter enfraquecido a tristeza deles, aquietado as suas mentes, e os reconciliado com a sua partida deles.

Nenhum comentário:

Postar um comentário