2009/06/13

Comentário de João 7:9-14

7:9 - Quando ele disse essas palavras a eles,… Tinha lhes exortado a subir a festividade e dito a eles que ele não subiria ainda, e a razão disso:comentario do evangelho de João, comentario biblico

Ele permaneceu [ainda] na Galiléia;… E não subiu com os seus irmãos; mostrando, portanto, firmeza e resolução na mente, não usavam de conversa fraca; e suas palavras não sendo sim, sim e não, não.[1]

7:10 - Mas quando os seus irmãos tinham subido,… Para a festividade, como todas as versões leem, da próxima cláusula:

Então, subiu ele também para a festividade;… A versão Etíope leem, “ele subiu naquele dia”; que é muito provável, e de nenhuma forma contrário ao que é dito em João 7:14; porque, embora ele não subisse ao templo para ensinar, até a metade da festividade, ele podia estar lá na festividade mais cedo: e de acordo com a lei, era desnecessário que ele devesse estar lá no primeiro e no segundo dia, e observar o Chagigah, e se fazer presente na corte; embora houve uma provisão feitas para tais que falhassem, o cânon diz:[2]

“Aquele que não faz seu sacrifício da festividade, no primeiro dia da festividade pode fazê-lo durante toda a festividade, e no último dia da festividade; e se a festividade passa, e ele não tem feito o sacrifício do festival, ele não é obrigado a uma compensação; e disso é dito, Ecl. 1:15, “Aquilo que é feito torto não pode ser endireitado”; etc.”

Não abertamente, mas em secreto;… Como ele estava debaixo da lei, e veio para cumprir toda a justiça, era necessário que ele devesse observar cada preceito e cumprir a inteira lei: e, portanto, ele subiu a essa festividade; ainda assim, da maneira mais privada, para que ele pudesse escapar daqueles que estavam esperando por ele e buscavam matá-lo: e isso ele fez, não por causa do medo da morte, mas porque sua hora ainda não havia chegado; essa não era a festividade em que ele devia sofrer, mas a páscoa seguinte; que quando estava próximo, ele subiu a ela e entrou em Jerusalém na maneira mais pública.

7:11 - Então os Judeus o buscavam na festividade,… Alguns para o pegarem e o matarem, e outros para ouvir a sua doutrina, e ver seus milagres: porque todos o esperavam na festividade, sabendo que era sempre seu costume, como era seu dever, como um Israelita assisti-lo:

E disseram: onde está ele? Não mencionando o seu nome; ou por raiva, o que poderia ser o caso da maior parte; ou por medo dos Judeus; ou porque ele era bem conhecido.

7:12 - E havia muitos cochichos entre o povo concernente a ele,… Havia um murmúria geral, um controvérsia privada e contenção entre o povo sobre ele, sobre a pergunta feita a respeito dele:

Porque alguns diziam que ele era um bom homem;… Um homem de bons princípios, de uma boa vida e conduta; e que é boa e benéfica, tanto para os corpos e almas dos homens; prega boa doutrina e faz muitas coisas boas:

Outros dizem: não,… Ou o negam como sendo um bom homem.

Mas ele engana o povo;… os afastando da lei de Moisés, ensinando-os a quebrar o Sábado, se estabelecendo como o Messias, e se afirmando como sendo o Filho de Deus.

7:13 - Ninguém, naturalmente, falava abertamente dele,… Alto a ponto de serem ouvidos por outros, pelo menos por muitos, mas falavam em secreto, cochichando, não falavam abertamente, abrindo suas mentes para falar sobre ele, o que eles realmente pensavam sobre ele, nem com coragem e fraqueza no falar.

Porque os Judeus;… Por medo de serem perseguidos por eles, ou excomungados das sinagogas; porque uma lei fora feita, que quem quer que confesse ele, devia ser expulso da sinagoga; e isso impedia as pessoas de expressar seus verdadeiros sentimentos em suas mentes sobre ele.

7:14 - Agora estando a festividade na metade,… Cerca do quarto dia dela, porque durava oito dias; isso pode ser no dia de Sábado, que as vezes era בתוך החג, “no meio da festividade”:[3]

Jesus subiu ao templo;… Como Senhor e proprietário dele, e como era o seu método costumeiro; ele tendo, por algumas razões, se mantido afastado até agora, e agora ele aparece publicamente:

E ensinava… O povo a sua doutrina; ele explicava as Escrituras, dava o verdadeiro sentido dela, e instruía o povo a partir da qual ele os ensinava.




__________
Notas
[1] Cf. Mateus 5:37. N do T.
[2] Misn. Chagiga, c. 1. seç. 6. Maimon. Hilch. Chagiga, c. 2. seç. 4, 5, 6, 7.
[3] Misa. Succa, c. 5. seç. 5.

Nenhum comentário:

Postar um comentário