2009/07/24

Estudo Bíblico: Manoá

MANOÁ, Homem danita da cidade de Zorá, na Sefelá (Jos 15:33), e pai do juiz Sansão. Manoá era adorador devoto de Yehowah.

Certo dia apareceu um anjo à esposa estéril de Manoá, anunciando que ela daria à luz um filho que seria nazireu de Deus. Informado disso, Manoá suplicou a Yehowah, pedindo que enviasse de novo o mensageiro, para instruí-los sobre como criar o filho. Deus atendeu a oração e enviou o anjo pela segunda vez. Quando Manoá propôs oferecer uma refeição ao mensageiro, ele foi informado que, em vez disso, fizesse uma oferta queimada a Deus, o que ele fez. Foi depois de este mensageiro ascender na chama que subia do altar que Manoá o reconheceu como anjo de Yehowah. Manoá receava que ele e sua esposa fossem morrer por terem tido esta experiência. Mas ela mitigou os temores dele, dizendo: “Se Yehowah tão-somente se tivesse agradado de nos entregar à morte, não teria aceitado a oferta queimada e a oferta de cereais da nossa mão, e não nos teria mostrado todas estas coisas, e não nos teria deixado agora ouvir nada disso.” — Jz 13:2-23.

Anos mais tarde, Manoá e sua esposa, ‘não sabendo que isto era da parte de Yehowah’, objetaram a Sansão querer casar-se com uma filistéia de Timná. (Jz 14:1-4; compare isso com De 7:3, 4.) Subsequentemente, Manoá e sua esposa acompanharam Sansão a Timná, embora não fossem com ele até a casa da filistéia. Por isso não viram quando Sansão matou um leão novo só com as mãos. Em outra ocasião, pretendendo trazer a filistéia para casa, ele novamente foi com os pais a Timná. Desviou-se para inspecionar a carcaça do leão que antes havia matado e encontrou nele um enxame de abelhas e mel. Juntando-se novamente aos pais, ofereceu-lhes um pouco do mel que havia tirado da carcaça do leão, e eles o comeram. Depois, pelo visto, a família seguiu caminho, e, sem dúvida, os pais estiveram presentes no banquete providenciado por Sansão em Timná. — Jz 14:5-10.

Manoá faleceu antes de seu filho, porque Sansão foi enterrado na sepultura de Manoá, entre Zorá e Estaol. — Jz 16:31.

Nenhum comentário:

Postar um comentário