2009/08/07

Comentário de John Gill: João 1:15

comentário do evangelho de joão
1:15 - João deu testemunho dele,... Que era seu ofício e negócio, por cujo propósito ele foi enviado, João 1:6.

E clamava;... Isso está em harmonia com seu trabalho e ofício, de acordo com a profecia dele em Isaías 40:3 e com o tempo de seu ministério, o ano do Jubileu; e com a natureza de seu ministério, que era claro, aberto, e público; e realizou com vigor, e em uma forma poderosa, com muita segurança e certeza, com coragem e intrepidez, e com grande zelo e fervor, e uma forma evangélica; porque era um clamor de uma criatura, e exaltou a Cristo:

Esse era aquele de quem eu falei;... Quando ele primeiro entrou no seu ministério e batismo, antes dele ver Jesus, ou o batizado; veja Mateus 3:11.

Aquele que vem depois de mim;... Porque Cristo veio ao mundo depois de João; ele nasceu seis messes depois dele; ele veio depois dele para ser batizado por ele, e assistido em seu ministério; e veio depois em seu ministério público.

É antes de mim;... Pois Deus, o Pai, o designou como Mediador; constituindo ele o cabeça da igreja; causando a plenitude da graça que habita nele; apontando ele com o Salvador de seu povo; e o ordenando como juiz dos vivos e dos mortos. E pelos profetas, que falavam muito dele, e principalmente João; e dele como o Messias e Salvador: e pelo próprio João, que o representou como descendo de cima e acima de todas as coisas;[1] e dele mesmo como da terra, e terreno: Cristo é antes de todos os ministros do Evangelho, e de cada verdadeiro crente; e uma razão explicativa da afirmação acima é...

Porque ele era antes de mim;... O que não pode dizer da honra e da dignidade; porque isso é expresso antes; e seria uma prova de si mesma: nem de seu nascimento, como homem; porque João, nesse sentido, era antes dele, sendo nascido primeiro que ele; além disso, nascer antes dele não seria de valor superior algum, visto que muitos nasceram antes de João, e ainda assim não foram superiores: mas, aqui a referência é de sua existência eterna, como a Palavra, e o Filho de Deus, que era antes de João, ou qualquer dos profetas; antes de Abraão, Noé e Adão, ou de qualquer criatura: as versões Árabe e Pérsia leem: “porque ele era mais antigo do que eu”; sendo de eternidade, desde o início, antes da terra existir.[2]

____________
Notas

[1] Cf. João 3:31. N do T.
[2] Cf. João 17:5. N do T.

Nenhum comentário:

Postar um comentário