Síntese dos Quatro Evangelhos



síntese dos quatro evangelhos
Síntese dos Quatro Evangelhos

Mateus escreveu para os judeus. Mostrou Jesus como o Messias Prometido desde a Antiguidade. Marcos escreveu para os romanos, mostrou Jesus como o Homem Poderoso e de Ação. Lucas escreveu para os gentios ou gregos, mostrou Jesus como o Homem Perfeito, imaculado, ideal. João escreveu para a Igreja, para preveni-la contra as heresias. Mostrou Jesus como Deus, que se fez homem. “Os sinópticos contém uma mensagem evangelística para os homens não espirituais; o de João contém uma mensagem espiritual para os cristão.

Os sinópticos sintetizam quando descrevem milagres operados por Jesus, por sua vez, quando João descreve um milagre de Jesus (e descreve poucos...), geralmente, dedica-lhe amplo espaço, pois, não se limita ao milagre em si, mas usa-o como ponto de partida para a argumentação doutrinária, para rebater heresias, para desmascarar adversário e, para exaltar a pessoa de Jesus. Assim sendo, a cura do cego de nascença ocupa todo a capítulo 9, para poder afirmar que, se este não fosse de Deus, nada poderia fazer; a ressurreição de Lázaro ocupa todo o capítulo 11, para concluir que este milagre foi o pretexto para que o Sinédrio decidisse em definitivo eliminar Jesus (Jo.11.47-51); e 1ª multiplicação de pães ( o único milagre descrito pelos quadros evangelistas) teve continuidade natural no sermão em que Jesus apresenta como o pão vivo que desceu do céu, e que dá vida ao mundo. (cap.6).

Marcos, segundo concorda a maioria dos estudiosos, foi o primeiro a ser escrito. Mateus o segundo e, Lucas o terceiro. Mateus parece ter consultado Marcos e Lucas certamente consultou a ambos. Marcos fala só do ministério de Jesus na Galileia; Mateus fala de outros, mas principalmente na Galileia; Lucas fala do ministério de Jesus na Galileia, Judeia e Samaria. Logo, o Evangelho de Lucas é mais amplo e contém muitas informações que outros sinópticos omitiram.

Lucas citou ensinos de Jesus entre os gentios, pois, escreveu a gentios. Ele mostra que Jesus salva judeus e gregos (ou gentios). Lucas foi discípulo de Paulo, apóstolo dos gentios.

Importantes tesouros só existem no Evangelho de Lucas, como o cântico de Maria (o “Magnidicat”) 1.46-55; o cântico de Zacarias (o “Benedictus”) 1.68-79; o cântico dos anjos ( o “Glória in excelsis”) 2.14; e o cântico de Simeão ( o “Nunc dimitis”) 2.29-32.

Finalmente, o Evangelho de Marcos é chamado “Evangelho de Pedro”, porque Marcos foi companheiro de Pedro; e Lucas chamado “Evangelho de Paulo”, porque Lucas foi companheiro de Paulo. É lógico que escreveram, pessoalmente de seus líderes espirituais.

A última semana da vida de Jesus foi alvo da ocupação maior dos quatro: Mateus dedicou 1/3 do seu evangelho à última semana; Marcos dedicou 1/3; Lucas dedicou 1/3; e João ocupou metade do seu evangelho àquela última semana. João gastou 7 capítulos só para registrar fatos acontecidos no dia da crucificação do Jesus Cristo, o que representa 1/3 do que livro.

Síntese dos Quatro Evangelhos Síntese dos Quatro Evangelhos Reviewed by Biblioteca Bíblica on quinta-feira, outubro 29, 2009 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.