Estrutura do Evangelho de Lucas



estrutura do evangelho de lucas


Os dois problemas críticos de estrutura e propósito estão tão entrela­çados no terceiro Evangelho, que quase desafiam um tratamento separado. Não obstante, por razões de clareza e facilidade de compreensão, exami­naremos a estrutura básica do Evangelho de Lucas e determinaremos como ele usou suas fontes. Em seguida, veremos de que maneira a estrutura, ou esquema expositivo, auxiliou no propósito, ou propósitos, que ele teve para escrever.

Conforme observado acima, o terceiro Evangelho segue estritamente o esboço geral de Marcos. Depois da narrativa do nascimento e infância de Jesus, Lucas usa a estrutura de Marcos, entremeada com material das fontes "Q" e "L". Os quatro deslocamentos, em Lucas, da ordem de Marcos, são encontrados na primeira parte da narrativa:

Marcos             Lucas
1:1-15              3:1-4:15            O Ministério de João; Batismo e Tentação de Jesus
__________     4:16-30             Pregação em Nazaré
1:16-20           __________       Chamada dos Discípulos
1:21-39           4:31-44              Cura do Endemoninhado em Cafarmaum
_________
   5:1-11
        Chamada de Pedro
l:40-3:6
   5:12-16:11
        Vários Milagres e Chamada de Mateus
3:7-12
   6:12-16
        Jesus no Mar
3:13-19
   6:17-19
        A Escolha dos Doze
3:31-35
  _________
        A Família de Jesus
4:1-25
   8:4-18
        Parábolas do Semeador e da Lâmpada
_________
   8:19-21
        A Família de Jesus
4:35-5:43
   8:22-56
        Vários Milagres
6:1-6
  _________
         Pregação em Nazaré

A partir do apresentado acima, pode-se ver que o principal desloca­mento é a pregação em Nazaré. Isto pode ser explicado como Lucas tendo usado este acontecimento como um frontispício para seus dois volumes, Lucas-Atos. Este incidente, mais que qualquer outro na vida de Jesus, demonstra a compreensão errônea acerca de Jesus e do cristianismo, da parte dos judeus e de outros povos igualmente. Lucas mostra, no início do ministério de Jesus, que a salvação oferecida por Deus, em Jesus Cristo, não pode ser limitada a uma raça, nação ou grupo social; ela transcende todas as barreiras, porque é universal no alcance e intenção. Os outros deslocamentos parecem ser mais corretos cronologicamente; há uma seqüência lógica de acontecimentos. A única exceção é a da pregação em Nazaré. Contudo, mesmo em Lucas, os milagres feitos em Cafarnaum são pressupostos pelo autor.

De especial interesse também é a extensa seção em Lucas 9:51-19:27, denominada "A Narrativa da Viagem". Este material é composto prima­riamente das fontes "Q" e "L". Esta narrativa está inserida na estrutura de Marcos, que é, em grande parte, omitida por Lucas (Mar. 6:45-8:26 é a narrativa acerca das viagens de Jesus dentro da Galiléia e em torno dela). Mesmo assim, Lucas deve a Marcos o tema da Narrativa da Viagem, que mostra a caminhada de Jesus até Jerusalém. Dentro desta narrativa, o propósito de Jesus é salientado em Lucas 9:51 e outra vez em 13:31-35. O material real da viagem até Jerusalém, contido em Marcos (10:1-52), encontra-se incorporado em Lucas 18:15-43. Por esta razão, a Narrativa da Viagem é Comumente dividida em Lucas 13:31. As duas divisões são, então, 9:51-13:30 (início da caminhada para Jerusalém) e 13:31-19:27 (nova caminhada até Jerusalém).

A estrutura básica de Lucas é a seguinte:
        Prefácio: 1:1-4

I — Narrativa do Nascimento e Infância de Jesus: 1:5-2:52
          II — Atividade de Jesus na Galiléia: 3:1-9:50
         III — Caminhada a Jerusalém; Parte I:9:51-13:30
         IV — Nova Caminhada a Jerusalém; Parte II: 13:31-19:27
          V — Jesus em Jerusalém: 19:28-24:53

Estrutura do Evangelho de Lucas Estrutura do Evangelho de Lucas Reviewed by Biblioteca Bíblica on quarta-feira, novembro 04, 2009 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.