2009/12/18

Comentário de Albert Barnes: João 3:5

Não nascer da água... Por “água” aqui, evidentemente, significa “batismo.” Assim, a palavra é usada em Ef 5:26; Tit 3:5. O batismo era praticado pelos judeus em receber um gentio como um prosélito. Foi praticado por João entre os judeus, e Jesus diz aqui que é uma lei de Sua religião, e o sinal e selo das influências da renovação do Seu Espírito. Então ele disse em Mar 16:16, “Quem crer e for batizado será salvo.” É claro a partir destes lugares, e do exemplo dos apóstolos At 2:38, 2:41; 8:12-13, 8:36, 8:38; 9:18; 10:47-48; 16:15, 16:33; 18:8; 22:16; Gal 3:27, que consideravasse esta ordenança como obrigatória para todos os que professavam o amor ao Senhor Jesus. E embora não se possa dizer que ninguém que não seja batizado pode ser salvo, mas Jesus queria dizer, sem dúvida, e deve ser entendido como afirmando que esta seria a forma regular e uniforme de entrar em Sua igreja, que era o modo apropriado de fazer uma profissão da religião, e se alguém negligencia isso, quando o direito foi dado a conhecer a ele, negligenciou um claro mandamento de Deus. É claro, também, que nenhuma outra ordem de Deus, deveria ser negligenciada ou violada como esta, e que é o dever de todos que amam o Salvador, fazer um reconhecimento de seu amor ao ser batizado, e dedicando-se assim ao Seu serviço.

Mas, para que Nicodemos devesse supor que isto era tudo o que quis dizer, ele acrescentou que era necessário que ele deveria ser “nascido do Espírito” também. Isso foi predito do Salvador, que ele deveria “batizar com o Espírito Santo e com fogo”, Mat 3:11. Pois este visa claramente que o coração seja alterado pela agência do Espírito Santo, e que o amor ao pecado deva ser abandonado; que o homem deva se arrepender do crime e voltar para Deus, que ele deva renunciar a todas as suas más inclinações, e dar-se a uma vida de oração e de santidade, de mansidão, pureza e benevolência. Esta grande mudança está na Escritura uniformemente atribuída ao Espírito Santo, Tit 3:5; 1Tess 1:6; Rom 5: 5; 1Ped 1:22.

Não pode entrar... Este é o caminho, o caminho adequado, de entrar no reino do Messias, aqui e no futuro. A pessoa não pode entrar na igreja verdadeira aqui, no céu ou no mundo vindouro, exceto em conexão com uma mudança de coração, e pela expressão adequada dessa mudança nas ordenanças designadas pelo Salvador.

Fonte: Albert Barnes' Notes on the Bible, de Albert Barnes (1798-1870)

Nenhum comentário:

Postar um comentário