2011/02/16

Os Reformadores — Teologia do Novo Testamento

Os Reformadores — Teologia do Novo Testamento
(Enciclopédia Bíblica Online)

Os reformadores reagiram contra o caráter não bíblico da teologia dogmática e insistiram que a teologia deveria estar fundamentada  apenas na Bíblia. A Dogmática deve ser a formulação sistemática dos ensinos da Bíblia. Esta nova ênfase levou ao estudo das línguas originais da Escritura, e a uma conscientização quanto à importância do papel da história na teologia bíblica. Os reformadores insistiram que a Bíblia deveria ser interpretada literalmente, em vez de alegoricamente, e essa abordagem teve como conseqüência o início de uma verdadeira teologia bíblica. Entretanto, a perspectiva histórica dos reformadores era imperfeita e, muitas vezes, o Antigo Testamento foi interpretado não em termos do seu próprio contexto histórico, mas em termos da verdade neotestamentária. Por exemplo, Calvino escreve como se os judeus conhecessem e compreendessem, embora de modo imperfeito, a doutrina da pessoa de Cristo encontrada no Novo Testamento (Institutes, II, vi, 4).


FONTE: Teologia do Novo Testamento - Ladd, George Eldon.

Nenhum comentário:

Postar um comentário