2011/08/04

A Ceia do Senhor na Igreja de Corinto

CORINTO, IGREJA, CEIA, SENHOR, ESTUDO BIBLICO
Na metade final do capítulo 11, Paulo assevera que as divisões faccionárias existentes na igreja de Corinto transmutavam em escárnio os seus cultos de comunhão, os quais deveriam ser ocasiões de companheirismo cristão. Os coríntios celebravam a Ceia do Senhor em conjunção com um banquete de amor cristão, uma espécie de ceia trivial na igreja, correspondente à refeição da Páscoa, durante a qual Jesus instituiu a Ceia do Senhor. Alguns deles chegavam mais cedo ao lugar de reunião, ingeriam sua refeição e tomavam da Ceia antes de haverem chegado os outros, que talvez tivessem de trabalhar por mais horas. Alguns daqueles estavam mesmo ficando embriagados. Por conseguinte, Paulo ordenou a descontinuação desses banquetes de amor, ordenou que se esperasse até à chegada dos atrasados, e aconselhou a introspecção e a reverência. Sua repetição a respeito da Última Ceia se deriva da tradição anterior aos evangelhos sinópticos, tradição essa apoiada sobre o ato do próprio Senhor Jesus. “...eu recebi...” (11:23) era a forma técnica de expressar o recebimento de uma tradição da parte de outrem.

Um comentário:

Espaço Mulher disse...

A paz de Cristo esteja com voces.
Só gostaria de ''informar'' que a comunidade Cristã da cidade de Corinto é chamada de CORINTIOS.
Haja vista que ''corinthians'' é nome de um clube paulista de futebol.
Saudações e fraterno abraço.
Obs. Para sanar vossas duvidas podem ler a introduçao das cartas a comunidade de Corinto na Biblia (cito exemplos Biblia da ediçao PASTORAL E JERUSALÉM...bem como as demais).

Postar um comentário