Significado de Isaías 37

Significado de Isaias 37
Significado de Isaías 37

Isaías 37

37.1 — Cobrir-se de saco era sinal de luto, arrependimento e humilhação (Is 20.2,3; 1 Rs 20.31; Ne 9.1; Dn 9.3). Entrou na casa do Senhor. Leia uma passagem relacionada a essa prática em 1 Rs 8.33,34.

37.2,3 — Eliaquim[...] Sebna. Uma das profecias de Isaías condena a arrogância de Sebna (Is 22.15-23). 37.4,5 — Veja outras referências ao resto em Isaías 1.9; 10.20.

37.6-10 — O Senhor costuma tranquilizar Seus servos com a frase não temas (Is 7-4; 35.4; Gn 15.1; Js 1.9). Não temos motivo para temer se nossa confiança está depositada no Deus todo-poderoso (Hb 13.6).

37.11 — Destruindo-as totalmente. Ver outra aplicação desse termo em Isaías 34.2.

37.12-15 — Orou Ezequias, porque o rei aprendeu a pedir a ajuda de Deus na hora da necessidade (Is 30.1). Veja outra oração de Ezequias em Isaías 38.2,3.

37.16-21 — Quanto ao que me pediste. Eisuma resposta direta e gentil de Deus à oração de um rei justo. Embora Deus certamente possa impor Sua vontade sem a necessidade de orarmos, Ele decidiu responder fielmente às orações de seu povo.

37.22 — Virgem. Muitas vezes, nas Escrituras, as cidades são personificadas em mulheres. Essa metáfora faz de Jerusalém uma filha ameaçada por um ofensor, porém ela reage e domina quem a atacou. Filha de Sião é um apelido carinhoso da cidade de Jerusalém. Assim como chamava Israel meu filho (Ex 4.22), Deus considera Jerusalém Sua filha (Is 1.8).

3 7 .2 3—  Blasfemaste[...] alçaste a voz e ergueste os teus olhos ao alto são exemplos da insensatez dos tolos de todas as idades. Quem rebela contra o Deus vivo merece a mesma resposta firme do Todo-poderoso (v. 28, 29). Ele é o Santo de Israel por ser a encarnação da perfeita santidade. Ele é completamente diferente, ou separado, de toda a criação (Is 40.25); só Ele é isento de todo pecado (Is 6.4-7). Ainda assim, Deus optou por se relacionar com Seu povo, os israelitas (SI 40.1).

37.24 — Os carros (carruagens) eram o equipamento militar mais valorizado da época. Cume mais elevado. Ver outras ocorrências dessa expressão de arrogância em Isaías 2.12-16; 14.13,14.

37.25 — Eu cavei e bebi as águas. O deserto não impede o avanço do rei da Assíria. Ele se considera invencível. O rei se gaba de haver secado todos os rios do Egito, mas o Senhor secará o mar egípcio (Is 11.15; 44.27).

37.26-29 — Tua raiva contra mim. Essa acusação retoma a denúncia dos v. 23,24. Os assírios transportavam prisioneiros puxando-os com um anzol no nariz, e em breve eles serão puxados com anzol! O juízo do Senhor está chegando. Veja outra imagem do anzol em Ezequiel 38.4.

37.30-32 — A Assíria promete alimentar os judeus, mas só Deus pode garantir que o povo comerá (Is 36.16,17). O terceiro ano pode ter sido um período de 13 a 15 meses depois dessa época, pois qualquer parte do ano era contada como ano inteiro.

37.33 — Assim diz o Senhor. Deus profere sua sentença definitiva contra o tirano assírio.

37.34,35 — Ampararei. Veja expressões semelhantes que representam a proteção do Senhor a Jerusalém em Isaías 27.3; 31.5.

Por amor de mim. O Senhor guardará e protegerá a cidade para honrar a si mesmo, pois estabeleceu a cidade para a adoração de Seu nome. Veja expressões semelhantes em Isaías 43.25; 48.9,11 (compare com Is 42.21). Por amor do meu servo Davi foi que Deus manteve Suas promessas (Is 9.7; 49.8; 2 Sm 7.8-16; 1 Rs 8.17; SI 89.19-37).

37.36 — Esse versículo é o cumprimento da promessa de Deus de vingar-se dos que afligem Seu povo (Is 34-8). O Anjo do S e n h o r muitas vezes visitava o povo para efetuar algum livramento, como no incidente com Balaão (Nm 22) e nas aparições a Gideão (Jz 6.11,12) e Manoá (Jz 13). Em determinadas ocasiões, vinha para julgar (2 Sm 24-10-25). Aqui, o Anjo do Senhor luta a favor do povo de Deus e o liberta (Ex 15.3).

37.37 — O rei assírio Senaqueribe volta derrotado para seu palácio em Nínive, localizado à beira do rio Tigre. Ele acrescenta uma cena da vitória em Laquis (Is 36.2; 37.8) nos relevos que decoravam as paredes de sua casa, porém omitiu o desastre em Jerusalém.