2015/09/04

Significado de Jeremias 42

Significado de Jeremias 42 

Significado de Jeremias 42


Jeremias 42

42.1-6 — Após o estágio inicial da fuga de Mispá, Joanã e outros líderes consultaram Jeremias pedindo uma palavra do Senhor com relação ao caminho que deveriam tomar.

42.1-3 — Disseram a Jeremias. O povo pediu que Jeremias intercedesse perante o Senhor em seu benefício. O pequeno remanescente tinha um líder, mas carecia de direcionamento.

42.4-6 — Eis que orarei. Jeremias cautelosamente concordou em orar a Deus e pediu que o povo aceitasse a resposta que ele trouxesse. O povo fez um juramento de obediência, tendo o Senhor como testemunha.

42.7-10 — Ao fim de dez dias. A resposta de Deus a Jeremias em favor do povo não veio imediatamente. Jeremias reuniu o grupo e apresentou a resposta de Deus usando termos que lembram seu chamado: edificarei e não vos derribarei; e vos plantarei e não vos arrancarei (Jr 1.10).

42.11,12 — Jeremias assegurou o povo com as mesmas palavras que o Senhor havia utilizado para dar garantia de seu chamado: eu sou convosco, para vos salvar (Jr 1.8). A promessa de Deus de fazer seu povo passar um período de provações para experimentar o poder restaurador do Senhor mostraria a grande misericórdia de Deus. Senhor havia prometido essa restauração em oráculos anteriores (Jr 12.15).

42.13,14 — Se o povo desobedecesse a Deus e fugisse para o Egito, iria sofrer as consequências. A esperança de segurança no Egito é apresentada com três expressões: não veremos guerra, nem ouviremos som de trombeta, nem teremos fome de pão. O povo parecia já ter tomado sua decisão antes de ter buscado uma palavra do Senhor (Jr 42.2,3).

42.15-17 — Puserdes o vosso rosto. Essa expressão indica a firme intenção do povo. O anúncio de julgamento contra os desobedientes ecoa as declarações anteriores de Jeremias contra Judá. Aquilo de que eles estavam tentando escapar os alcançaria no Egito. Espada [...] fome [...] peste. Estas três palavras bastante comuns no livro indicam a abrangência do julgamento de Deus sobre os desobedientes.

42.18-22 — A mensagem é sucinta e declara: não entreis no Egito! Novamente Jeremias sentiu que havia sido enganado por um povo que fazia juramentos e promessas vazias. Ele deu ênfase aos três termos de julgamento em Jeremias 42.18, que descreviam o destino dos rebeldes no Egito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário