2015/09/03

Significado de Jó 11

Significado de Jó 11

Significado de Jó 11


Jó 11

11.1-20 — Zofar, o naamatita (Jó 2.11) foi ainda mais rude que Bildade (v. 2-6; Jó 8.1-13). Ele era um legalista ferrenho que baseava seus argumentos em teologia mal aplicada e a raciocínios simplistas.

11.2-6 — Zofar exagera o que Jó havia dito a respeito de sua inocência (Jó 9.14-21) para fazêlo parecer um tolo. Jó jamais afirmou que sua doutrina era pura.

11.7-9 — Quando Zofar interroga Jó sobre a impossibilidade de compreender os caminhos de Deus, ele emprega associado ao verbo alcançarás o mesmo termo que Jó empregara para descrever as maravilhas de Deus como além do esquadrinhar (Jó 9.10). Assim, Zofar tenta voltar as palavras de Jó contra ele próprio, dizendo que os atos de Jó são incoerentes com sua teologia. Como estes versículos antecipam parte do que o Senhor fala depois (Jó 38.16-18, 34-38), a doutrina de Zofar está correta, mas a sua aplicação não. Portanto, empregada de modo incorreto, a verdade bíblica perverte o propósito das Escrituras e leva ao mau caminho. As boas obras sem caridade não são do agrado do Senhor (Ap 2.2-5).

11.10-12 — A pergunta retórica que Zofar faz a respeito de Deus — quem o impedirá..? — ecoa exatamente sobre o que Jó sente no versículo 12, do capítulo 9. No entanto, Zofar nega a alegação de Jó de que Deus não sabe a diferença entre os honrados e os pervertidos (v. 11; Jó 9.22). Para revidar à pergunta de Jó (6.5), em que ele comparou  seus gritos ao zurrar de um jumento, Zofar emprega o que pode ser uma declaração proverbial sobre o jumento. Ele insinua que as mentiras (v. 3) de Jó são um indício de que ele é um homem vão (v. 12).

11.13,14 — Estende as tuas mãos faz referência à postura de oração e de louvor (SI 134-2). Presumindo que Jó sofria por causa de sua iniquidade, Zofar repudia cruamente a sua afirmação de que o amigo não tem pecado em sua língua (Jó 6.30), alegando que, na verdade, são as tendas de Jó que estão cheias de injustiça. Talvez seja uma insinuação caluniosa de que Jó adquirira sua riqueza por meios escusos ou tolerara o mal em sua casa.

11.15,16 — A expressão águas que já passaram é similar à nossa águas passadas.

11.17-20 — A frase olharás em volta corresponde à tradução de uma raiz hebraica que pode significar olhar cuidadosamente ao redor, com a atenção de um olhar de águia (uso do mesmo termo hebraico em Jó 39.29).


Um comentário:

  1. Gosto muito pois aprendo cada vez mais com esses estudos.p.mim está sendo bom.

    ResponderExcluir