2015/12/29

Amazias — Estudo Bíblico

Amazias — Estudo BíblicoAmazias 
No hebraico quer dizer “força de Yahweh”, nome de quatro pessoas no Antigo Testamento:

1. Filho e sucessor de Joás. Foi o nono rei de Judá, tendo subido ao trono com a idade de 25 anos. Reinou por vinte e nove anos (ver II Reis 14:1,2; II Crô. 25:1), cerca de 800-771 A.C. A informação dada em II Reis 14:2 parece ser contradita por II Reis 14:17: Amazias...viveu quinze anos depois da morte de Jeoás”, o que poderia significar que ele não era a autoridade executiva real de seu reino. Nenhuma solução convincente tem sido encontrada para esse problema; e outros informes sobre outros reis também envolvem problemas. 

Amazias começou seu reinado executando aqueles que haviam assassinado seu pai, embora tivesse poupado os filhos dos homicidas (ver Deu. 24:16). No décimo segundo ano de seu reinado tentou recuperar Edom, que se revoltara durante o reinado de Jeorão. Organizou um exército de trezentos mil homens e também contratou cem mil mercenários (primeira menção de tal força armada na história de Israel). Porém, despediu os mercenários, em vista da ordem dada por um profeta. Regressando à terra deles, eles saquearam várias cidades de Judá para mostrarem seu descontentamento por haverem sido dispensados. 

Amazias obteve grande vitória, tendo sido mortos dez mil edomitas, além do que outros dez mil foram despedaçados e lançados abaixo das rochas de Sela. Ele tom ou muito despojo, incluindo os ídolos de monte Seir; e então caiu no erro de lhes prestar culto. Por causa disso, os desastres tiveram início. Desafiou o mais poderoso Jeoás, rei de Israel (ver II Reis 14:7-19) e subsequentemente, perdeu seu reinado e seu povo ficou sujeito a Israel (ver II Reis 14:8-14; II Crô. 15:17-24). Permaneceu no trono, mas durante quinze anos não foi o verdadeiro mandatário da nação. Então ele foi vitimado por uma intriga da corte, foi perseguido até Laquis, e ali foi assassinado. Seu corpo foi transportado de volta a Jerusalém, e foi sepultado nos túmulos reais, fora do monte Sião (ver II Reis 14:3-20 e II Crô. 25:2-28). 

2. Pai de Joás. Posteriormente, Joás tornou-se um dos chefes simeonitas que expulsaram os amalequitas do vale de Gedor, no tempo de Ezequias (ver I Crô. 4:34), em cerca de 726 A.C. Acerca do pai de Joás, nada se sabe dizer. 

3. Um levita, filho de Merari (I Crô. 6:45). Era cantor e estava a serviço do tabernáculo que havia defronte da área onde mais tarde Salomão edificou o templo, antes de 1000 A.C. 

4. Um sacerdote dos bezerros de ouro em Betel, no tempo de Jeroboão II, cerca de 786-746 A.C. Sentiu-se perturbado com as profecias condenatórias de Amós, e exortou-a a ir para o reino de Judá para profetizar ali. Amós o pôs no seu devido lugar, falando sobre a grande degradação que sua família sofreria quando do vindouro cativeiro do reino do norte (ver Amós 7:10-17). Cerca de 770 A.C. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário