Resumo de Jeremias 11

Resumo de Jeremias 11

Resumo de Jeremias 11



Jeremias 11

Nesse capítulo 11: I. Deus, por intermédio do profeta, lembra o povo do concerto que Ele tinha feito com seus pais, e do quanto Ele tinha insistido, como condição do concerto, no fato de que eles deveriam ser obedientes a Ele (vv. 1-7). II. Ele os acusa de que, na sucessão aos seus pais, e em aliança entre si mesmos, eles tinham se recusado, obstinadamente, a lhe obedecer (vv. 8-10). III. Ele ameaça puni-los com a destruição total, pela sua desobediência, especialmente por sua idolatria (vv. 11,13), e lhes diz que os seus ídolos não os salvariam (v. 12), e que os seus profetas não iriam orar por eles (v. 14). Ele também justifica os seus procedimentos, por terem trazido todo esse mal a si mesmos, pela sua própria loucura e deliberação (vv. 15-17). IV. Aqui vemos um relato de uma conspiração formada contra Jeremias, por seus compatriotas, os homens de Anatote. A revelação que Deus faz a ele (vv. 18,19), a sua oração contra eles (v. 20) e uma predição dos juízos de Deus sobre eles, por causa disso (vv. 21-23).

Índice: Jeremias 1 Jeremias 2 Jeremias 3 Jeremias 4 Jeremias 5 Jeremias 6 Jeremias 7 Jeremias 8 Jeremias 9 Jeremias 10 Jeremias 11 Jeremias 12 Jeremias 13 Jeremias 14 Jeremias 15 Jeremias 16 Jeremias 17 Jeremias 18 Jeremias 19 Jeremias 20 Jeremias 21 Jeremias 22 Jeremias 23 Jeremias 24 Jeremias 25 Jeremias 26 Jeremias 27 Jeremias 28 Jeremias 29 Jeremias 30 Jeremias 31 Jeremias 32 Jeremias 33 Jeremias 34 Jeremias 35 Jeremias 36 Jeremias 37 Jeremias 38 Jeremias 39 Jeremias 40 Jeremias 41 Jeremias 42 Jeremias 43 Jeremias 44 Jeremias 45 Jeremias 46 Jeremias 47 Jeremias 48 Jeremias 49 Jeremias 50 Jeremias 51 Jeremias 52