Resumo de Jeremias 39

Resumo de Jeremias 39

Resumo de Jeremias 39


Jeremias 39

Assim como o profeta Isaías, depois de ter amplamente predito a libertação de Jerusalém das mãos do rei da Assíria, apresentou uma narrativa particular da história, para que pudesse mostrar como o evento correspondente à predição se cumpriu com exatidão, também o profeta Jeremias, depois de ter amplamente predito a entrega de Jerusalém nas mãos do rei da Babilônia apresenta, pelo mesmo motivo, uma narrativa particular daquele triste evento. A história melancólica que temos neste capítulo serve para desmascarar os falsos profetas enganadores, e para confirmar a palavra dos mensageiros de Deus. Aqui somos informados: I. Que Jerusalém, depois de um cerco de dezoito meses, foi tomada pelo exército caldeu, vv. 1-3. II. Que o rei Zedequias, tentando escapar, foi apanhado e transformado em um miserável cativo do rei da Babilônia, vv. 4-7. III. Que Jerusalém foi completamente queimada, e o povo foi levado cativo, exceto os pobres, vv. 8-10. IV. Que os caldeus foram muito gentis com Jeremias, e tiveram um cuidado especial por ele, vv. 11-14. V. Que Ebede Meleque também, por sua bondade, teve a proteção de Deus nesse dia de desolação, vv. 15-18.

Índice: Jeremias 1 Jeremias 2 Jeremias 3 Jeremias 4 Jeremias 5 Jeremias 6 Jeremias 7 Jeremias 8 Jeremias 9 Jeremias 10 Jeremias 11 Jeremias 12 Jeremias 13 Jeremias 14 Jeremias 15 Jeremias 16 Jeremias 17 Jeremias 18 Jeremias 19 Jeremias 20 Jeremias 21 Jeremias 22 Jeremias 23 Jeremias 24 Jeremias 25 Jeremias 26 Jeremias 27 Jeremias 28 Jeremias 29 Jeremias 30 Jeremias 31 Jeremias 32 Jeremias 33 Jeremias 34 Jeremias 35 Jeremias 36 Jeremias 37 Jeremias 38 Jeremias 39 Jeremias 40 Jeremias 41 Jeremias 42 Jeremias 43 Jeremias 44 Jeremias 45 Jeremias 46 Jeremias 47 Jeremias 48 Jeremias 49 Jeremias 50 Jeremias 51 Jeremias 52