Resumo de Jeremias 41

Resumo de Jeremias 41

Resumo de Jeremias 41


Jeremias 41

Uma história muito trágica é narrada neste capítulo, e mostra que o mal persegue os pecadores. A nuvem escura que foi mencionada no capítulo anterior, aqui explode em uma terrível tempestade. Aqueles poucos judeus que escaparam do cativeiro tinham orgulho em pensar que ainda estavam em sua própria terra, quando os seus irmãos tinham ido não sabiam para onde, gostavam do vinho e dos frutos de verão que haviam recolhido, e se sentiam muito seguros sob a proteção de Gedalias, quando, de repente, até mesmo estes que restaram também experimentam a ruína. I. Gedalias é barbaramente assassinado por Ismael, vv. 1,2. II. Todos os judeus que estavam com ele foram igualmente mortos (v. 3) e um fosso foi cheio com os seus cadáveres, v. 9. III. Alguns homens devotos, oitenta ao todo, que estavam indo em direção a Jerusalém, foram atraídos por Ismael, e igualmente mortos, vv. 4-7. Apenas dez deles escaparam, v. 8. IV. Aqueles que escaparam da espada foram levados como prisioneiros por Ismael, para a terra dos amonitas, v. 10. V. Pela conduta e coragem de Joanã, embora a morte daqueles não seja vingada, os prisioneiros são recuperados, e ele agora se torna o comandante deles, vv. 11-16. VI. O plano dele é levá-los para a terra do Egito (vv. 17,18), um assunto que veremos no próximo capítulo.

Índice: Jeremias 1 Jeremias 2 Jeremias 3 Jeremias 4 Jeremias 5 Jeremias 6 Jeremias 7 Jeremias 8 Jeremias 9 Jeremias 10 Jeremias 11 Jeremias 12 Jeremias 13 Jeremias 14 Jeremias 15 Jeremias 16 Jeremias 17 Jeremias 18 Jeremias 19 Jeremias 20 Jeremias 21 Jeremias 22 Jeremias 23 Jeremias 24 Jeremias 25 Jeremias 26 Jeremias 27 Jeremias 28 Jeremias 29 Jeremias 30 Jeremias 31 Jeremias 32 Jeremias 33 Jeremias 34 Jeremias 35 Jeremias 36 Jeremias 37 Jeremias 38 Jeremias 39 Jeremias 40 Jeremias 41 Jeremias 42 Jeremias 43 Jeremias 44 Jeremias 45 Jeremias 46 Jeremias 47 Jeremias 48 Jeremias 49 Jeremias 50 Jeremias 51 Jeremias 52