Biblioteca com mais de 5 mil estudos bíblicos gratuitos e centenas de livros evangélicos para baixar em PDF.

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Notícia da Morte de Saul e Jonatã

2 SAMUEL, SEGUNDA, DAVI, SAUL, JONATÃ, ESTUDO BIBLICOS, TEOLOGICOS
Comentário de Segunda Samuel Capítulo I

2 Samuel 1:1-2

Depois do relato concludente de 1 Samuel cap. 31, somos introduzidos ao livro Segundo de Samuel. O início da narrativa nos coloca no tempo “depois da morte de Saul”, justamente quando “Davi voltava de golpear os amalaquitas”. No seu retorno de guerra, Davi ficou morando em Ziclaque por dois dias. Antes de prosseguir, seria apropriado mencionar alguns insights sobre a localização geográfica da cidade.

CIDADE DE ZICLAGUE:

Conforme originalmente consignada, tratava-se duma cidade simeonita encravada no S de Judá. (Jos 15:21, 31; 19:1, 2, 5; 1Cr 4:24-30) Mais tarde, Ziclague ficou sob controle filisteu. Aquis, rei de Gate, deu-a ao fugitivo Davi como lugar de morada (e, dali em diante, ela tornou-se posse dos reis de Judá). (1Sa 27:6) Os amalequitas atacaram e incendiaram a cidade, levando cativos, incluindo as esposas de Davi, Ainoã e Abigail. Depois de derrotar os incursores e recuperar os cativos, bem como as coisas tomadas, Davi, de Ziclague, enviou alguns dos despojos da batalha para seus amigos, anciãos de Judá em várias cidades. (1Sa 30) Muitos homens poderosos, armados, juntaram-se a Davi em Ziclague, e foi ali que ele recebeu a notícia da morte do Rei Saul. (2Sa 1:1, 2; 4:10; 1Cr 12:1, 2, 20-22) Depois do exílio babilônico, alguns dos filhos de Judá se fixaram nesta cidade. (Ne 11:25, 28) Sugeriram-se diversos lugares para a identificação de Ziclague, mas Y. Aharoni e outros preferem identificá-la com Tell esh-Shari‛ah (Tel Sera‛), a uns 7 km ao L de Gerar e 22 km ao NO de Berseba.

No terceiro dia que Davi estava morando em Ziclague, chegou um homem, e sua aparência era de humilhação, estando com “as roupas rasgadas e terra na sua cabeça”. E aconteceu que, quando ele avistou Davi, futuro rei de Israel, ele se prostrou diante dele.

2 Samuel 1:3-10

Davi pergunta de onde ele vem, e o homem explica que vem do acampamento de Saul, e informa a Davi que o rei Saul e seu filho, Jonatã, foram abatidos na batalha. Davi pergunta como foi que aconteceu, como foi que Saul e Jonatã morreram. O homem explica-lhe que Saul ao ver que seria morto pelos seus inimigos, ordenou como rei que o homem lhe ajudasse a tirar a sua vida. Em obediência as ordens do rei, o homem “o entregou imediatamente à morte.” Depois, ele tomou o diadema real de Saul que tinha na cabeça e o bracelete que tinha no braço e trouxe à Davi, futuro rei de Israel.

2 Samuel 1:11-12

Depois que Davi ouviu essas palavras, “agarrou as suas roupas e as rasgou” em sinal de pranto e lamento pela morte do rei de Israel e de seu amigo Jonatã. Seus leais guerreiros fizeram o mesmo.

O versículo 12 usa três verbos para expressar o pesar de Davi: Ele (1) lamentou, (2) chorou e (3) jejuou. Digno de nota é o amor e zelo que Davi tinha por Yahweh. Ele não tinha rancor de Saul, mas lamentou profundamente sua morte, assim como de seu amigo, Jonatã. O versículo conclui dizendo que ele lamentou muito por tudo que havia ocorrido ao “povo de Yahweh”, o que demonstra profundo apreço e preocupação amorosa pelos que faziam parte do povo de Deus. Somos assim também? Ou guardamos rancor dos que anteriormente buscavam nos prejudicar? Será que prezamos o bem estar de nossos irmãos na fé, assim como Davi prezava seus compatriotas?

2 Samuel 1:13-16

Davi pergunta qual a origem do homem, de onde ele é. O rapaz explica que é filho de um amalequita, inimigos de Israel. Davi pergunta como ele teve coragem de tirar a vida de alguém que era ungido por Yahweh. Depois de fazer essa pergunta, aparentemente de retórica, Davi ordenou que o rapaz fosse executado. Depois da execução, Davi diz que o rapaz havia morrido pela sua própria culpa, estando seu sangue sobre sua própria cabeça, ou seja, ele mesmo foi o responsável por acabar com sua vida no momento que tirou a vida do ungido de Yahweh.

Na verdade, como somos informados em 1 Samuel 31:4, Saul se suicidou, podemos dizer assim, mas esse amalequia mente para Davi, talvez achando que, por dizer isso, e trazer a coroa e o bracelete ao futuro rei de Israel, ele seria, de alguma forma, recompensado. Ao invés disso, Davi ordena sua execução.

O versículo dois retratar esse homem sentindo determinado pesar pela morte do rei, mas isso é tudo teatro. Sendo um amalequita, ele era inimigo de Israel já por natureza. Então, ou morreria na guerra que Davi travou com os amalequitas (vs. 1) ou morreria por ter tirado a vida de Saul. Por usar uma mentira, ele achava que se sairia melhor, o que no final, fez com que o tiro saísse pela culatra.

2 Samuel 1:17-27

Depois do que ocorreu nos versículos anteriores, Davi ‘entoa uma endecha’ por Saul e Jonatã. Uma “endecha” קינה (hebr.: pyinah) é uma composição lírica ou musical que expressa profunda tristeza, tal como o pesar causado pela morte de um amigo ou de um ente querido; uma elegia.

Davi deseja, no versículo 21, que não haja nenhum orvalho, ou chuva, nem campos de contribuição sagradas, pois, conforme mencionado em 2 Samuel 1:6, foi exatamente ali que Saul foi abatido, ele que era o “escudo de poderosos”.

De maneira poética, Davi expressa seu apreço e elogios à Saul como rei de Israel e a Jonatã como seu amigo íntimo. O que é mais impressionante em suas palavras inspiradas, foi Davi chamar Saul, alguém que lhe foi tão hostil, de “amável” אהב (Hebr.: 'ahab) e “agradável” נעים (hebr.: na`iym) durante sua vida. Não é a toa que Davi era alguém tão amado por Deus, seu coração não tinha rancor, nem queixa, nem ódio. Davi amou até quem lhe odiava. Isso serve de lição para nós, que buscamos a aprovação de Deus, de não levarmos em conta o dano, de não sermos queixosos, nem rancorosos, mesmo quando parecemos ter razões justificáveis para tal proceder.


Outros estudos bíblicos do livro de Segunda Samuel:

Cf. Introdução ao Livro de 1 e 2 Samuel
Cf. Estudos Bíblicos: Timóteo
Cf. Introdução Bíblica: Livro de Segunda Samuel
Cf. Esboço da Bíblia: Introdução à 2 Samuel
0 Deixe seu comentário:
Postar um comentário