Circuncisão (Part. 1)



A remoção da pele que cobre a glande, ou prepúcio, do pênis masculino. O verbo hebraico mul (circuncidar) é usado em sentido literal e figurativo. O substantivo grego peritomé (circuncisão) significa literalmente “um corte em volta”. (Jo 7:22) “Incircuncisão” verte o termo grego akrobystía, usado na Septuaginta grega para traduzir a palavra hebraica para “prepúcio”. — Ro 2:25; Gên 17:11, LXX.

Yehowah tornou obrigatória a circuncisão para Abraão, em 1919 AEC, um ano antes de nascer Isaque. Deus disse: “Este é o meu pacto que guardareis . . . Cada macho vosso terá de ser circuncidado.” Todo varão na casa de Abraão, tanto dos seus descendentes como dos dependentes, estava incluído, e assim, Abraão, seu filho Ismael, de 13 anos, e todos os seus escravos receberam em si mesmos este “sinal do pacto”.

Escravos novos trazidos também tinham de ser circuncidados. Daí em diante, todo varão da casa, escravo ou livre, devia ser circuncidado no oitavo dia após o nascimento. A desconsideração deste requisito divino era punível com a morte. — Gên 17:1, 9-14, 23-27.

A circuncisão era praticada no Egito, conforme ilustrada em murais e observada em múmias, mas é incerto quando foi introduzida naquele país, e até que ponto era praticada. Alguns dizem que José, como administrador de alimentos, a introduziu no Egito. Outros citam Heródoto como autoridade para sua afirmação de que Abraão simplesmente imitou o costume dos egípcios. Respondendo a estas últimas afirmações, W. M. Thomson diz: “Quanto ao testemunho de Heródoto, que veio para o Egito quinze séculos depois, e, com grande erudição e pesquisa, muitas vezes escreve grande dose de tolices, recuso-me peremptoriamente a colocá-lo na mesma categoria que Moisés. O grande fundador da comunidade judaica — o maior legislador de que há registro — nascido e criado no Egito, declara os fatos relativos à introdução da circuncisão entre seu povo. Um simples viajante e historiador — estrangeiro e grego — aparece muito mais tarde e faz declarações que são parcialmente verídicas, parcialmente errôneas, como Josefo mostra na sua resposta a Apião; e então autores cépticos, mais de vinte séculos depois de Heródoto, apresentam as declarações imperfeitas dele, e, torcendo-as e ampliando-as, tentam provar que Abraão não recebeu de Deus a circuncisão (como Moisés diz claramente que recebeu), mas dos egípcios! Não será com tais armas que se poderá combater com êxito a veracidade de Moisés.” — The Land and the Book (A Terra e o Livro), revisado por J. Grande, 1910, p. 593.

Não só os egípcios praticavam a circuncisão, mas também os moabitas, os amonitas e os edomitas. (Je 9:25, 26) Mais tarde, os samaritanos, que aderiram aos requisitos especificados no Pentateuco, também eram circuncidados. Por outro lado, os assírios, os babilônios, os gregos e notavelmente os filisteus não praticavam a circuncisão. Especialmente estes últimos, em vez de os cananeus em geral, são mencionados de modo depreciativo como “incircuncisos”, e foi das lutas contra eles que se trouxeram troféus de prepúcios. — Jz 14:3; 15:18; 1Sa 14:6; 17:26; 18:25-27; 2Sa 1:20; 1Cr 10:4.

Os descendentes de Abraão por meio de Isaque e Jacó guardaram fielmente o pacto da circuncisão. “Abraão passou a circuncidar Isaque, seu filho, aos oito dias de idade, assim como Deus lhe mandara.” (Gên 21:4; At 7:8; Ro 4:9-12) Os bisnetos de Abraão disseram a Siquém e seus concidadãos: “Não é possível . . . dar a nossa irmã [Diná] a um homem que tem prepúcio . . . Apenas nesta condição podemos dar-te consentimento, que vos torneis como nós, sendo circuncidado cada macho dos vossos.” (Gên 34:13-24) Evidentemente, porque Moisés deixara de circuncidar seu filho, ele incorreu na ira de Deus, até que Zípora o fez por ele. — Êx 4:24-26.

A Circuncisão Sob a Lei. A circuncisão foi tornada um requisito obrigatório da Lei mosaica. “No oitavo dia [após o nascimento dum menino] circuncidar-se-á a carne do prepúcio dele.” (Le 12:2, 3) Isto era tão importante que, se o oitavo dia caísse no altamente respeitado sábado, ainda assim se devia realizar a circuncisão. (Jo 7:22, 23) Exemplos de pais sob a Lei, que fielmente providenciaram que seus filhos fossem circuncidados no oitavo dia, incluem os pais de João, o Batizador, de Jesus e de Paulo. (Lu 1:59; 2:21; Fil 3:4, 5) A Lei exigia também que estrangeiros fossem circuncidados antes de se lhes permitir comer a páscoa. — Êx 12:43-48.

Circuncisão (Part. 1) Circuncisão (Part. 1) Reviewed by Biblioteca Bíblica on terça-feira, abril 28, 2009 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.