2009/04/28

Códice de Rylands [Manuscritos]

Está disponível hoje um tremendo acervo de cópias manuscritas de todos os 27 livros canônicos. Alguns desses abrangem trechos extensos das Escrituras; outros são meros fragmentos. De acordo com certo cálculo, existem mais de 5.000 manuscritos no grego original. Além disso, existem mais de 8.000 manuscritos em vários outros idiomas — um total superior a 13.000 manuscritos. Datando do 2.° ao 16.° século EC, todos eles ajudam a determinar o texto verdadeiro, original.[1] O mais velho dentre esses muitos manuscritos é o fragmento de papiro do Evangelho de João, que se acha na Biblioteca John Rylands, em Manchester, Inglaterra, conhecido pelo número P52.

O papíro da Bíblioteca de Rylands, também conhecido como fragmento de St. João, é um fragmento de um codex, medindo cerca 9 por 6.4 cm na parte mais larga. A parte de frente contém linhas do Evangelho de João 18:31-33 em grego, e no verso linhas dos versículos 37-38.

Embora Rylands 52 seja geralmente aceito como o relato mais antigo do novo textamento canônico, a data do papiro não é, de forma alguma, caso encerrado entre os críticos eruditos. O estilo de manuscrito é fortemente Adriânico, o que sugeria uma data em algum lugar entre 125 e 160. Mas a dificuldade de se fixar uma data de uma fragmento baseado apenas na evidência paleográfica permite várias datas de antes de 100 EC e depois de 150 EC.

O papiro está escrito nos dois lados. Os caracteres em negrito são os que se podem ver no Papiro Papyrus 52.

Evangelho de João 18:31-33 (frente)
Códice de Rylands [Manuscritos]ΕΙΠΟΝ ΑΥΤΩ ΟΙ ΙΟΥΔΑΙΟΙ ΗΜΙΝ ΟΥΚ ΕΞΕΣΤΙΝΑΠΟΚΤΕΙΝΑΙ OYΔΕΝΑ ΙΝΑ Ο ΛΟΓΟΣ ΤΟΥ ΙΗΣΟΥΠΛΗΡΩΘΗ ΟΝ ΕΙΠΕΝ ΣΕΜΑΙΝΩΝ ΠΟΙΩ ΘΑΝΑΤΩΗΜΕΛΛΕΝ ΑΠΟΘΝΕΣΚΕΙΝ ΕΙΣΗΛΘΕΝ ΟΥΝ ΠΑΛΙΝΕΙΣ ΤΟ ΠΡΑΙΤΩΡΙΟΝ Ο ΠΙΛΑΤΟΣ ΚΑΙ ΕΦΩΝΗΣΕΝΤΟΝ ΙΗΣΟΥΝ ΚΑΙ ΕΙΠΕΝ ΑΥΤΩ ΣΥ ΕΙ ΒΑΣΙΛΕΥΣΤΩΝ ΙΟΥΔΑΙΩN

"... disseram-lhe os Judeus: “Não nos é lícito matar alguém”, para que a palavra de Jesus pudesse ser cumprida, que ele disse significando por que sorte de morte ele estava para morrer. Ele entrou novamente no Praetorium de Pilatos e chamou Jesus e disse-lhe: “Eis tu rei dos Judeus?..."

Evangelho de João 18:37-38 (verso)
Códice de Rylands [Manuscritos Bíblicos]ΒΑΣΙΛΕΥΣ ΕΙΜΙ ΕΓΩ ΕΙΣΤΟΥΤΟ ΓΕΓΕΝΝΗΜΑΙ ΚΑΙ (ΕΙΣ ΤΟΥΤΟ) ΕΛΗΛΥΘΑ ΕΙΣ ΤΟΝΚΟΣΜΟΝ ΙΝΑ ΜΑΡΤΥΡΗΣΩ ΤΗ ΑΛΗΘΕΙΑ ΠΑΣ Ο ΩΝΕΚ ΤΗΣ ΑΛΗΘΕIΑΣ ΑΚΟΥΕΙ ΜΟΥ ΤΗΣ ΦΩΝΗΣΛΕΓΕΙ ΑΥΤΩ Ο ΠΙΛΑΤΟΣ ΤΙ ΕΣΤΙΝ ΑΛΗΘΕΙΑΚΑΙ ΤΟΥΤΟ ΕΙΠΩΝ ΠΑΛΙΝ ΕΞΗΛΘΕΝΠΡΟΣ ΤΟΥΣ ΙΟΥΔΑΙΟΥΣ ΚΑΙ ΛΕΓΕΙ ΑΥΤΟΙΣΕΓΩ ΟΥΔΕΜΙΑΝ ΕΥΡΙΣΚΩ ΕΝ ΑΥΤΩ ΑΙΤΙΑΝ

“...que eu sou rei. Para isso nasci e para isso vim ao mundo, a fim de testificar da verdade. Todo aquele que está do lado da verdade escuta a minha voz.” Pilatos disse-lhe: “Que é verdade?” E, depois de dizer isso, saiu novamente para os judeus e disse-lhes: “Não acho falta no seu caso.””

Como no caso das cópias primitivas da LXX, os primeiros manuscritos das Escrituras Gregas Cristãs foram escritos em papiro, e esse material continuou a ser usado para os manuscritos da Bíblia até por volta do quarto século EC. Os escritores da Bíblia aparentemente também usavam papiro ao enviar cartas às congregações cristãs.


______________
Notas:

[1] Por meio da ciência conhecida como crítica textual.

Um comentário:

setor16pvh disse...

quanto mais manuscritos temos, melhor nos dar a certeza que o cânon é verdadeiro, pois diante de uma comparação minuciosa podemos retirar os acréscimos feitos por copitas hora com má intenção, hora por descuido.

Postar um comentário