2009/05/14

Comentário de João 4:8

Porque os seus discípulos tinha ido... Isto é relato não tanto para dar uma razão do porque Cristo pediu a mulher água, visto que os seus discípulos não estavam presentes para lhe auxiliar; mas, antes, para mostrar que Cristo aproveitou a oportunidade, na ausência deles, para conversar com ela; em parte, para evitar o escândalo e ofensa que eles poderiam ter, por causa da conversação entre eles, sendo ela uma Samaritana; como parece ter sido surpreendente para eles, quando eles o acharam falando com ela, João 4:27. E em parte, para que ele não colocasse a mulher numa situação incomoda diante de todos eles; ele escolhe lhe contar os pecados da sua vida anterior, de um modo privado. Os discípulos tinham ido...

A cidade: A cidade de Sicar que era longe; e eles tinham ido lá para...

Comprar comida: Porque embora seja dito, no versículo seguinte, que os Judeus não tinham tratos com os Samaritanos, ainda isso não deve ser entendido no sentido estrito da palavra; porque eles tinham alguns tratos com eles em alguns assuntos, como será tratado mais adiante; particularmente a comida deles, comestíveis, bebida, era legal comprar deles e usar: é dito por R. Judá bar Pazi, no nome de R. Ame:
[1]

“Um ovo frito dos Cuthites (ou Samaritanos), em verdade, isto é legal: diz R. Jacob bar Acha, no nome de R. Lazar, os alimentos cozidos dos Cuthites (os Samaritanos), em verdade, estes são livres; isto que ele diz com respeito a comida cozida, porque não é o costume deles pôr vinho e vinagre neles.”

Porque esses eram proibidos: portanto, é frequentemente dito:
[2]

“O pão sem fermento dos Cuthites (ou Samaritanos), é legal, e que um homem é permitido o uso dele na páscoa.”

E havia um tempo quando o vinho deles era legal; porque um de seus cânones assim diz:
[3]

"Aquele que compra vinho dos Cuthites (os Samaritanos), diz, os dois troncos que eu separarei, em verdade, eles são os primeiros frutos, &c.”

De fato, disse em um lugar, R. Eliezer:
[4]

“Que aquele que come o pão dos Cuthites (ou Samaritanos), é como se ele comesse carne; pois quando (quem relatou isso) for dito (R. Akiba) fique em silêncio, eu te direi o que R. Eliezer acha concernente ao assunto.”

Sobre o qual os comentaristas dizem
[5] que isso não será entendido estritamente; porque aquele que come o pão dos Samaritanos, merece a punição de acordo com a lei, mas de acordo com as constituições dos homens sábios; mas para estas coisas, Cristo e os seus discípulos não deram nenhuma consideração.




Fonte: John Gill's Exposition of the Entire Bible



____________
Notas:
[1] T. Hieros. Avoda Zara, fol. 44. 4.
[2] T. Bab. Gittin, fol. 10. 1. & Cholin, fol. 4. 1. & Kiddushin, fol. 76. 1
[3] Misn. Demai, c. 7. seç. 4. Vid. Bartenora em ib.
[4] Misna Sheviith, c. 8. seç. 10. Pirke Eliezer, c. 38.
[5] Maimon. & Bartenora em Misn. ib.

Nenhum comentário:

Postar um comentário