2009/05/21

Comentário de João 5:14

Depois Jesus encontrou-o no templo,... Talvez no mesmo dia; porque assim que ele tinha estado em casa, ele jazia em sua maca, é muito provavel que ele tenha ido diretamente para o templo, para se manifestar, e prestar adoração naquele lugar e retornar para agradecer a Deus pela grande misericórdia concedida a ele:

E disse a ele: Eis que já estás são;... Curado da doença que tinha lhe atribulado tantos anos; e uma cura maravilhosa que tinha sido; bem que um “eis” seja anteposto; embora isto não só esteja aqui como uma nota de admiração, mas de atenção, para o que ele estava a ponto de dizer a ele: o pecado é uma doença que é original, natural, e hereditária aos homens; é um doença epidêmica, todos afetados com isto, e todos os poderes e faculdades da alma; e é algo enjoado e repugnante; e o que é mortal e incurável em si mesmo, e só pode ser curado pelo grande médico, Jesus Cristo: Ao eleito de Deus que é assistido com isto assim como outros, e sendo feitos sensíveis a isso, eles vêm a Cristo para obterem uma cura, e recebem uma, como fez este homem, a quem disse ele:

Não peques mais;... Intimando, que, como todas as doenças do corpo vêm do pecado, assim tinha a sua; e que o tempo passado da sua vida deveria bastar, o curso de pecar que ele tinha seguido; e que a clemência que ele tinha recebido, o pôs debaixo de uma obrigação para se vigiar contra isso, e para a qual ainda haveria uma inclinação nele; nem nosso Senhor imaginou que ele pudesse viver daqui por diante sem pecado, mas que ele não deveria viver nisso, e se entregar a isso: assim todas as doenças da alma surgem do pecado; e quando uma pessoa é convertida, ele não deve caminhar mais como outros fazem, ou ele fez; e, entretanto, há uma tendência para pecar e apostatar-se de Deus depois da conversão, contudo, a graça de Deus ensina para os homens a negar o pecado, e viver sobriamente; e, embora não possa ser pensado que eles deveriam ser sem pecado, e pudesse agir sem pecado, contudo, se querer deles que não vivam em pecado, ou entrem em um curso de pecado:

Para que uma coisa pior não te aconteça;... Porque Deus poderia enviar uma doença pior, ou uma aflição mais amarga do que ele tinha passado; uma punição mais pesada, ou nesse mundo, ou naquele que está por vir: e aplique isso a um homem bom, um homem convertido, alguém chamado pela graça de Deus e curado por Cristo, e uma coisa pior através do pecado vem a ele pior do que uma doença corpórea, a saber, a ocultação da face de Deus; porque a sua presença é vida, e sua ausência é morte, para tais pessoas; e como para tais que apenas fazem um profissão da religião, e são reformados apenas externamente, tais, se pecam e caem, o seu fim é pior do que seu começo.
[1]




Fonte: John Gill’s Exposition of the Entite Bible





___________
Notas:
[1] Cf. 2 Pedro 2:20. N do T.

Um comentário:

Cláudio disse...

Como fazer para não vai em tentação

Postar um comentário