2009/06/13

Comentário de João 7:1

Depois dessas coisas Jesus andava na Galiléia,... Quer dizer, depois que ele alimentou os cinco mil com cinco pães e dois pescados, perto de Betsaida; e tinha tidocomentario do evangelho de João, comentario biblico aquela conversa longa com os judeus em Cafarnaum, com respeito ao pão da vida, e sobre comer a carne dele, e beber o sangue dele; e tendo a festividade da páscoa em Jerusalém dita como estando perto, quando ele atravessou o mar de Galiléia, João 6:4; caso contrário, os anteriores lugares eram na Galiléia: mas o caso parece ser esse, que depois que ele tinha estado em Cafarnaum, ele foi para Jerusalém, realizar a páscoa; e achando que os judeus ainda buscavam tirar a sua vida, ele voltou à Galiléia, e "caminhou" lá; ele ainda não se estabeleceu, ou permaneceu em casa, ou viveu uma vida indolente inativa, mas andou de lugar em lugar, pregando o Evangelho, e curando as doenças; ele caminhou; mas não como o inimigo de almas,[1] buscando fazer todo o dano, mas fazer todo o bem, para os corpos e almas dos homens:

Pois ele já não queria andar pela Judéia;… Na terra da Judéia, onde ele tinha estado e feito discípulos; mas sendo rejeitado em mal tratado, ele os deixou; que foi um prelúdio do Evangelho ser tirado deles, e levado para outro povo; o que depois aconteceu, nos tempos dos apóstolos: a razão era...

Porque os Judeus buscavam matá-lo;… Por ter curado o homem no dia de Sábado, e por afirmar a sua igualdade com Deus: não que ele tinha medo de morrer, mas esse tempo ainda não havia chegado; e ele tinha trabalho para fazer para a glória de Deus, e para o bem dos homens; e, portanto, era tanto justo como prudente se retirar e preservar a sua vida; por razões semelhantes ele avisou os seus discípulos, quando perseguido em uma cidade, fugir para outra: e quão útil e legal é para os homens bons, quando as suas vidas estão em perigo, fazer uso dos meios próprios para preservá-los, para maior utilidade na causa de Deus e para o benefício dos homens.




__________
Notas
[1] Cf. Jó 1:7. N do T.

Nenhum comentário:

Postar um comentário