2009/07/04

Dicionário Bíblico Ilustrado: Fé

Fé é, em geral, a persuasão da mente de que uma certa declaração é verdade (Fil. 1:27; 2Tess. 2:13). Sua idéia primária é de confiança. Uma coisa é verdade, e então merecedora de confiança. Admite de muitos graus até a garantia plena de fé, conforme a evidência na qual descansa.

A fé é o resultado do ensinar (Rom. 10:14-17). O conhecimento é um elemento essencial da fé, e às vezes é falado dele como equivalente a fé (João 10:38; 1 João 2:3). Contudo os dois são distintos neste respeito, porque a fé inclui nisto consentimento que é um ato da vontade além do ato do consentimento compreensivo para a verdade que é da essência da fé, e a último razão no qual nosso consentimento para qualquer coisas revela o resto da verdade que é a veracidade de Deus.

Fé histórica é a apreensão de certas declarações que são consideradas como meros fatos de história.

Fé temporária é aquele estado da mente que é despertada nos homens (por exemplo, Felix) pela exibição da verdade e pela influência de condolência religiosa, ou pelo que, às vezes, é nomeado a operação comum do Espírito Santo.

Fé econômica é chamada assim porque tem inseparavelmente a vida eterna conectado com isto. Não pode ser definida melhor do que nas palavras do Catecismo mais Curto da Assembléia: "Fé em Jesus Cristo é uma graça econômica, por meio de que nós recebemos e descansamos nele apenas para salvação, como ele é oferecido a nós no evangelho."

O objeto dessa fé é revelada na Palavra de Deus. A fé aceita e acredita em suas declarações seguramente como a mesma verdade. Mas o ato especial de fé que une a Cristo tem como seu objeto a pessoa e o trabalho do Senhor Jesus Cristo (João 7:38; Atos 16:31). Este é o ato específico da fé pela qual um pecador será justificado diante de Deus (Rom. 3:22, 3:25; Gal. 2:16; Fil. 3:9; João 3:16-36; At. 10:43; 16:31). Neste ato de fé o crente descansa apenas em Cristo como Mediador em todos seus ofícios.

Este consentimento ou convicção na verdade recebida no testemunho divino sempre associou com isto um sentido fundo de pecado, uma visão distinta de Cristo, e um coração amoroso, junto com uma confiança, um confiança colocada sobre, ou descansando em Cristo. É aquele estado da mente na qual um pecador pobre, consciente do seu pecado, foge da sua culpado para Cristo, o seu Salvador, e rola sobre ele seus fardos e seus pecados nele. Consiste principalmente, não no consentimento dado ao testemunho de Deus, na sua Palavra, mas abraçando com confiança sua crença nele apenas como Salvador a quem Deus revela. Esta confiança é a essência da fé. Por fé o crente aceita o Cristo direta e imediatamente como o seu próprio. A fé em seu ato direto toma o Cristo como o nosso. Não é uma obra que Deus graciosamente aceita em vez de obediência perfeita, mas é só a mão pela qual nós nos asseguramos de nossa salvação, por meio de nosso Redentor, como a única razão de nossa salvação.

A fé econômica é um ato moral, como procede de uma vontade renovada, e uma vontade renovada é necessária para acreditar na verdade de Deus (1Co. 2:14; 2Co. 4:4). A fé, então, reside completamente na parte moral de nossa natureza, bem como na intelectual. A mente deve ser iluminada primeiro através do ensino divino (João 6:44; At. 13:48; 2Co. 4:6; Ef. 1:17, 1:18) antes de pudesse discernir as coisas do Espírito.

A fé é necessária para a nossa salvação (Mar. 16:16), não porque há qualquer mérito nela, mas simplesmente porque este é o lugar que o pecador foi colocado por Deus, a queda dele com o que Deus está fazendo.

A autorização ou razão da fé são o testemunho divino, não a racionalidade do que Deus diz, mas o fato simples que ele diz isto. A fé descansa imediatamente em, "Assim disse o Senhor." Mas em ordem para que esta fé deva ser possuída com a veracidade, sinceridade, e verdade de Deus e devem ser apreciadas, junto com a sua imutabilidade. A palavra de Deus encoraja e incentiva o pecador pessoalmente a aceitar Cristo como o presente de Deus, abraça-lo, amá-lo, como o único meio de Deus salvar-lhe. Aquela palavra vem com poder, porque isso é a a palavra de Deus que se revelou nas suas obras, e especialmente na cruz. Deus será acreditado por causa da Sua palavra, mas também por causa do seu nome.

A fé em Cristo é a afiança para a liberdade do crente na condenação, ou justificação diante de Deus; uma participação na vida que está em Cristo, a vida divina (João 14:19; Rom. 6:4-10; Ef. 4:15, 4:16, etc.); "paz com Deus" (Rom. 5:1); e santificação (At. 26:18; Gal. 5:6; 15:9). Todo que, assim, acredita em Cristo será salvo certamente (Jo. 6:37, 6:40; 10:27, 10:28; Rom. 8:1).

A fé = O evangelho (At. 6:7; Rom. 1:5; Gal. 1:23; 1Ti. 3:9; Jud. 1:3).


Fonte: Illustrated Bible Dictionary, 1897.

Nenhum comentário:

Postar um comentário