2011/09/26

Carta de Tito — Cristologia do Novo Testamento

CARTA, EPISTOLA, TITO, CRISTOLOGIA, ESTUDO BIBLICO
A epístola de Paulo a Tito contém uma das declarações mais fortes de toda a Escritura a respeito da divindade de Jesus Cristo. Não há dúvida de que Paulo acreditava que Jesus fosse um membro co-igual e consubstancial da Trindade divina. Em 2:13, Paulo chama Jesus Cristo “Nosso grande Deus e Salvador”, depois que ele passa a mencionar brevemente o seu sacrifício substitutivo pelos nossos pecados. Jesus foi o único que “se entregou por nós para nos remir de toda maldade e purificar para si um povo que é particularmente seu, ansioso para fazer o que é bom” (v. 14). Mais uma vez, a necessidade dos perdidos para a redenção ou a liberdade de todas as maldades que eles realizaram em seu estado não salvos será exibida. Este conceito de redenção tem como pano de fundo a necessidade dos escravos antiga para a liberdade de um mestre (pecado) para tornar-se servos de outro mestre (justiça através de Jesus Cristo). Paul nesta breve maneira, mas claramente, declara tanto que ele acreditava que Cristo é e o que Cristo providenciou para aqueles que aceitam isso pela fé.


Fonte: Baker’s Evangelical Dictionary of Biblical Theology. Editado por Walter A. Elwell

Nenhum comentário:

Postar um comentário