2013/12/09

Quais as Cartas de Paulo?

Quais as Cartas de Paulo?
Corpus Paulinus é o nome que se dá às 13 cartas atribuídas a Paulo. Elas são a principal fonte de nosso conhecimento sobre a pregação do apóstolo (outra fonte são seus sermões em Atos). Entretanto, desde o surgimento do método histórico-crítico no final do século XVII, estudiosos passaram a questionar a autoria paulina de algumas destas cartas. Para eles, algumas delas não foram escritas por Paulo, mas por admiradores e imitadores do apóstolo, anos após a sua morte. Mais e mais estudiosos passaram a adotar esta teoria. As únicas cartas cuja autoria paulina permaneceu indisputada foram Romanos, 1 e 2 Coríntios e Gálatas. Estas quatro ficaram conhecidas como Hauptbrieve, um termo em alemão para "cartas principais".

QUAL É O PROBLEMA?

As dificuldades levantadas contra a autoria paulina de algumas das cartas do Corpus Paulinus, como diferença de vocabulário, diferença de temas teológicos, estilo diferente, eclesiologia muito elaborada para o primeiro século, podem ser respondidas se nos lembrarmos que Paulo escreveu ao longo de 15 anos, que usou amanuenses, que suas cartas tratam de diferentes assuntos levantados por diferentes situações e diferentes igrejas, e que a eclesiologia do primeiro século já era bem elaborada, como o livro de Atos nos mostra. Estudiosos comprometidos com a integridade das 13 cartas têm satisfatoriamente respondido aos argumentos levantados em contrário (veja livros indicados na bibliografia).

Fará muita diferença se adotarmos um "cânon curto" (Romanos, Gálatas, 1 e 2 Coríntios) ou um "cânon longo" (todas as 13 cartas), pois as cartas disputadas contém temas da pregação de Paulo que não encontramos nas 4 Hauptbrieve. Em nosso curso adotaremos o "cânon paulino longo", pois entendo que até o presente não existem evidências convincentes e irrefutáveis para abandonarmos o entendimento da Igreja através dos séculos de que Paulo é o autor das 13 cartas. Estudos mais detalhados sobre a questão da autenticidade serão feitos na disciplina sobre Inspiração e Cânon.

Nenhum comentário:

Postar um comentário