Significado de Isaías 25


Significado de Isaías 25

Significado de Isaías 25


Isaías 25

25.1-12 — Esse poema, que celebra a destruição da terra pecadora divide-se em três partes: 

(1) hino de louvor de Isaías (v. 1-5); 
(2) banquete do Senhor no monte Sião para celebrar a derrota da morte (v. 6-8); 
(3) um hino de louvor da congregação (v. 9-12).

25.1 — Maravilhas são milagres que só Deus pode operar. Verdade e firmeza é uma expressão que pode significar também verdade absoluta. 

25.2 — Aqui, a referência é a qualquer cidade altiva (24.10). Jamais se tome a edificar. Veja uma ideia semelhante em Isaías 24-20.

25.3 — As nações formidáveis são as referidas nos cap. 13— 23. A combinação dos verbos glorificará (Is 24-15) e temerá expressa a submissão absoluta de todos os povos a Deus (Fp 2.10).

25.4 — A repetição da palavra fortaleza e o emprego dos termos refúgio (Is 57.13) e sombra assemelham-se às palavras relacionadas com proteção em Salmos 91.1-3.

25.5 — Os termos opressores, estranhos e tiranos em referência às nações nos v. 3-5 enfatizam o juízo divino sobre as nações representadas. 

25.6Monte. Veja o uso semelhante da palavra em Isaías 2.2. Uma festa com vinhos puros será uma festa regada com os melhores vinhos. Tutanos gordos evocam comida da melhor qualidade. Esse banquete é semelhante ao preparado pela Sabedoria em Provérbios 9.1-6.

25.7 — A máscara do rosto e o véu são componentes de uma mortalha. Trata-se, portanto, de uma promessa de extinção da morte (v. 8).

25.8 — A morte costuma ser representada como uma boca alargada pelos poetas da Bíblia. Paradoxalmente, o Senhor aniquilará a morte. Senhor é o título que significa soberano ou mestre. A palavra Jeová representa o nome divino Yahweh, comumente traduzido por Senhor.

Enxugará [...] as lágrimas. Essa promessa é repetida em Apocalipse 7.17; 21.4. O Senhor o disse. O cumprimento das promessas é tão certo quanto o caráter de Deus é eterno (Is 1.20).

25.9 — Observe a mudança de meu Deus (v. 1) para nosso Deus. Esse versículo é o cântico de louvor dos fiéis. Exultaremos e nos alegraremos pode ser entendido como estaremos excessivamente felizes. A salvação é a libertação das amarras, quer signifiquem cair no fosso (SI 40.2), quer correspondam aos grilhões do pecado e da morte.

25.10,11 — Moabe simboliza os orgulhosos. Monturo traz a mente a água misturada com excremento — uma imagem bastante desagradável.

25.12 — E abaixará. Será um ato do Senhor.