Significado de Isaías 27

Significado de Isaías 27

Significado de Isaías 27


Isaías 27

27.1 — O verbo castigará vincula esse versículo ao anterior; é o clímax da seção anterior. A semelhança da serpente Lotã dos mitos ugaritas, o Leviatã era uma divindade-dragão mitológica que simbolizava o caos e batalhava sem êxito contra Deus (Jó 41.1; SI 74-14). Serpente e dragão são imagens que Isaías toma emprestadas dessa batalha mitológica para ensinar que Deus triunfará sobre todos os que o desafiarem.

No mar. Leia o desenvolvimento do tema no Salmo 93.

27.2-13 — Essa profecia é um cântico sobre a restauração da vinha do Senhor, Israel (v. 2-6), depois que aniquilar os opressores (v. 10-11). E também uma promessa de que o Senhor reunirá os exilados no monte Sião (v. 12,13).

27.2 — Avinha é Israel (Is 5.7; 27.6). O vinho tinto contrasta com as uvas bravas (Is 5.2). É esse o propósito de Deus para Seu povo — Ele quer que Israel produza, nessas condições, um vinho delicioso.

27.3 — Eu [...] a guardo contrasta com a tornarei em deserto (Is 5.6). A cada momento a regarei contrasta com não derramem chuva sobre ela (Is 5.6). Para que ninguém lhe faça dano contrasta com tirarei a sua sebe (Is 5.5). Essa passagem é uma virada completa na sentença pronunciada no cap. 5.

27.4 — Não há indignação em mim contrasta com não tornou atrás a sua ira (Is 5.25). Quem me poria sarças e espinheiros contrasta com crescerão nela sarças e espinheiros (Is 5.6).

27.5 — Paz. Esse tema é mais desenvolvido em Isaías 9.6; 11.1-16; 26.3.

27.6 — Dias virão refere-se à reunião dos exilados (v. 13).

27.7 — Feriu-o ele [...] matou-o ele. As duas perguntas que começam com essas palavras esperam resposta negativa.

Feriu-o. O Senhor feriu de morte as nações (Is 14.22,30), mas não a Israel (Is 10.24-26).

27.8 — Quando a rejeitaste refere-se ao exílio (v. 13).

27.9 — Iniquidade [...] tirado. Veja em Isaías 40.2 outra afirmação de que o castigo de Israel expiou sua culpa.

Os bosques e as imagens do sol. Veja uma ocorrência similar dos termos em Isaías 17.8.

27.10,11 — A cidade forte está solitária. Veja uma expressão semelhante em Is 25.2,10-12; 26.5,6.

27.12 — Fadejará significa fazer uma colheita sacudindo a planta, como na cultura das oliveiras. 

Do rio até o rio do Egito. Essas referências geográficas delineiam a terra ideal de Israel — do Eufrates até o uádi Alarixe (Gn 15.18).

27.13 — A grande trombeta é uma metáfora para a reunião de grandes tropas (Ex 19.16,19; 1 Sm 13.3; 2 Sm 6.15; Mt 24-31; 1 Co 15.52; 1 Ts 4.16).

Índice: Isaías 1 Isaías 2 Isaías 3 Isaías 4 Isaías 5 Isaías 6 Isaías 7 Isaías 8 Isaías 9 Isaías 10 Isaías 11 Isaías 12 Isaías 13 Isaías 14 Isaías 15 Isaías 16 Isaías 17 Isaías 18 Isaías 19 Isaías 20 Isaías 21 Isaías 22 Isaías 23 Isaías 24 Isaías 25 Isaías 26 Isaías 27 Isaías 28 Isaías 29 Isaías 30 Isaías 31 Isaías 32 Isaías 33 Isaías 34 Isaías 35 Isaías 36 Isaías 37 Isaías 38 Isaías 39 Isaías 40 Isaías 41 Isaías 42 Isaías 43 Isaías 44 Isaías 45 Isaías 46 Isaías 47 Isaías 48 Isaías 49 Isaías 50 Isaías 51 Isaías 52 Isaías 53 Isaías 54 Isaías 55 Isaías 56 Isaías 57 Isaías 58 Isaías 59 Isaías 60 Isaías 61 Isaías 62 Isaías 63 Isaías 64 Isaías 65 Isaías 66