Significado de Esdras 8

Significado de Esdras 8
Significado de Esdras 8

Esdras 8
8.1 — Estes, pois, são os chefes de seus pais. A relação dos que regressaram para Jerusalém lembra a listagem dos homens para a guerra na época da conquista antecipada da terra de Canaã (Nm 1; 26).

8.2-14 — Nessa lista, 12 famílias são representadas por seus chefes e é dado o número de homens em cada uma delas. A soma dos chefes de famílias que acompanharam Esdras de volta para Jerusalém foi 1.496.

8.15,16 — Esdras descobriu que não havia nenhum dos filhos de Levi entre os que o acompanhavam no regresso para Jerusalém. Zorobabel tinha enfrentado um problema semelhante: mais de quatro mil sacerdotes regressaram com ele para Jerusalém, mas apenas 74 levitas estavam entre eles (Ed 2.36-42).

8.17 — A localização e a significância de Casifia são incertas. Pode ter sido a cidade Ctesifon, junto ao rio Tigre, próxima da atual Bagdá. A palavra em hebraico para o lugar, um sinónimo para lugar santo (Dt 12.5), pode indicar que existia um santuário ou templo em Casifia.

8.18 — Serebias, um mestre especialmente excelente, quer dizer o calor que queima de Yahweh.

8.19-21 — Na estrada para Jerusalém, a enorme caravana de judeus teria sido um alvo fácil para ladrões. Sabendo que os que regressavam precisavam da ajuda do Senhor, Esdras apregoou ali um jejum como símbolo de sua submissão ao Todo-poderoso.

8.22,23 — Para persuadir o rei a deixá-lo regressar para Jerusalém, Esdras tinha falado com o governante sobre a força e a ira de Deus. Então, quando o escriba recebeu a permissão real para retornar, envergonhou-se de pedir uma escolta armada. Tempos depois, Neemias aceitaria uma defesa militar para o seu regresso a Jerusalém (Ne 2.7-9).

8.24-30 — Antes de partirem, Esdras entregou a carga de objetos de valor a 12 pessoas. Embora o versículo 24 registre Serebias, Hasabias e com eles dez dos seus irmãos como sacerdotes, o versículo 18 indica que eles eram levitas. Esdras seguia a Lei que ensinava que os sacerdotes tocariar^ os objetos sagrados e que os levitas os carregariam (Nm 3.8, 31, 45). A prata, e o ouro, e os utensílios. Um talento equivalia a cerca de 35 quilos de prata (Ed 7.22). Os 650 talentos de prata pesavam, aproximadamente, 25 toneladas. Os cem talentos de ouro pesavam mais de três toneladas. Esses números não incluem os outros numerosos objetos de valor e excelente talento artístico.

8.31 — De acordo com Esdras 7.9, aqueles que regressaram começaram sua jornada no primeiro dia do primeiro mês. De acordo com o v. 15, eles acamparam junto ao rio durante três dias. Porém, esse versículo registra a partida no dia doze do primeiro mês. Essa discrepância de datas pode ser explicada da seguinte maneira: o povo começou a reunir-se junto ao rio no primeiro dia do primeiro mês; porém, durante os três primeiros dias, Esdras descobriu que não havia nenhum levita entre os viajantes. Então, durante os oito dias seguintes, Esdras alistou os levitas (Ed 8.15-20), rogou ao Senhor uma boa jornada (v. 21-23) e confiou a importante carga dos viajantes aos sacerdotes e levitas (v. 24-30). Assim, eles partiram do rio no décimo segundo dia. Sob esse ponto de vista, a viagem para Jerusalém começou no primeiro dia do primeiro mês, quando o povo deixou suas casas na Babilônia. O grupo partiu do rio no décimo segundo dia do primeiro mês.

8.32 — Os que regressaram chegaram a Jerusalém no primeiro dia do quinto mês (Ed 7.9). A viagem durou por volta de três meses e meio (compare Ed 7.9 com Ed 8.31).

8.33,34 — Depois de três dias de descanso, eles depositaram seus tesouros no templo (Ne 2.11). Quatro homens — dois sacerdotes e dois levitas — contaram e pesaram as riquezas. Um inventário por escrito foi então arquivado.

8.35 — O sacrifício pelo pecado, que consistiu de doze novilhos, um para cada tribo de Israel, foi para a expiação de pecados. Os holocaustos significavam a entrega de toda a nação ao serviço do Senhor.

8.36 — As ordens do rei foram a autorização para Esdras administrar a Lei judaica entre o povo judeu da província. Sátrapas, ou protetores do reino, eram indivíduos de alto nível que governavam sob as ordens do imperador em várias regiões do império (Ed 5.3).


Mais estudos bíblicos sobre o livro de Esdras...