2018/03/29

Significado de Ester 1

Significado de Ester 1

Significado de Ester 1


Ester 1

1.1 — Assuero. Este caprichoso rei persa, também conhecido pelo nome grego de Xerxes, reinou no período de 486—465 a.C. (Ed 4-6). Seu reino estendia-se da índia (a região banhada pelo rio Indo, atualmente o Paquistão) à Etiópia (ou Cuxe), chegando a uma parte do que hoje é o norte do Sudão. Os persas eram arianos, indoeuropeus que haviam entrado no atual Irã por volta do final do segundo milênio a.C. Emigraram da região que hoje é o sul da Rússia e do leste e do sul do mar Cáspio e estabeleceram sua dinastia por volta de 700 a.C. Províncias. O reino persa de Assuero era dividido em áreas geográficas menores chamadas províncias e divisões maiores chamadas de satrapias.

1.2 — A capital da antiga Elão, Susã era uma das quatro residências dos imperadores persas. Susã ficava a cerca de 240 km ao norte do Golfo Pérsico. Foi o local de uma das visões de Daniel (Dn 8.2), e foi onde Neemias serviu como copeiro ao rei Artaxerxes (Ne 1.1,2). Fortaleza. A capital tinha um palácio-fortaleza em seu ponto mais alto, a acrópole.

1.3-5 — No terceiro ano de seu reinado, Assuero exibiu a riqueza de seu reino por seis meses. Fez um convite. Existem controvérsias sobre se o rei teria dado um ou dois banquetes. E possível que o v. 3 apresente a ideia de um grande banquete e o v. 5 registre os detalhes específicos daquilo que acabou sendo um festival de sete dias. È improvável que o banquete em si tenha durado 180 dias.

Pérsia e Média. Entre essas duas nações, os medos já haviam sido os mais fortes. Desde o reinado de Ciro, os persas dominavam o reino. Juntos, estabeleceram um poderoso império (Dn 5.28).

1.6,7 — Branco e azul-celeste. Eram as cores reais dos persas. O costume persa era recostar-se em sofás à mesa.

1.8 — O monarca ordenou que os convidados bebessem na quantidade que preferissem, fosse ela muita ou pouca. Isso diferia do costume persa, segundo o qual os convidados de um banquete deviam beber todas as vezes que o rei erguesse sua taça.

1.9 — Vasti. A rainha ofereceu um banquete separado para as convidadas. Este versículo serve para preparar a cena dos versículo 10-12 e para definir para o leitor as importantes diferenças de status entre homens e mulheres da corte persa.

1.10-12 — Homens castrados, ou eunucos, eram incumbidos de servir no harém e mediar a comunicação entre rei e harém (Et 6.14). Devido ao grau de confiança que esses homens eram capazes de conquistar, às vezes também serviam em funções administrativas do reino. Harbona, mais tarde, terá um papel significativo na história (Et 7.9).

1.13 — Sábios que entendiam dos tempos. Astrólogos e mágicos da corte aconselhavam e previam o futuro com base no que fingiam conhecer do sobrenatural. Os profetas muitas vezes lançavam um olhar de escárnio sobre tais charlatães (Is 44.24,25).

1.14,15 — Os sete conselheiros provavelmente eram este mesmo grupo. Esses homens tinham o privilégio incomum de falar pessoalmente ao rei.

1.16-18 — Agindo como porta-voz dos outros, Memucã respondeu com astúcia, transformando a ofensa em algo maior do que uma afronta pessoal ao rei.

1.18 — Desprezo. A palavra hebraica empregada aqui ocorre somente nesta situação em todo o Antigo Testamento. Tem relação com o verbo traduzido como desprezarão no versículo 17.

1.19-21 — Edito real. Memucã urgiu o rei a tomar providências imediatas contra Vasti. A rainha receberia o equivalente a um divórcio e seria rebaixada de sua posição privilegiada de esposa preferida do rei.

1.22 — Enviou cartas. Os persas eram conhecidos por terem um excelente sistema postal. A cada povo segundo sua língua. Isso sugere o respeito concedido aos idiomas e dialetos locais no império persa.



Nenhum comentário:

Postar um comentário