Significado de Isaías 45

Significado de Isaías 45
Significado de Isaías 45

Isaías 45

45.1 -— Ser ungido significa literalmente ser Messias e indica a nomeação para um cargo, geralmente de rei (Is 61. 1). A concessão desse título singular e glorioso ao rei persa, dado igualmente em Israel, aos patriarcas (SI 105.15), a Davi (SI 2.2) e ao Messias vindouro (Dn 9.25), deve ter chocado os ouvintes de Isaías (v. 9,10). Por que o Senhor indicaria um pagão estrangeiro para executar Sua vontade? As portas, que faziam parte dos portões conectados ao fosso de defesa da Babilônia, não foram fechadas quando Ciro capturou a Babilônia (Is 44.27).

45.2 — Eu irei adiante de ti é a promessa do Senhor a Ciro, semelhante ao que prometeu ao Seu povo. A cidade da Babilônia tinha cem portas de bronze.

45.3,4 — Me não conhecesses. Ciro sabia que o Senhor o indicara, mas não conhecia a pessoa do Senhor Deus (Ed 1.2).

45.3 — Os tesouros das escuridades são uma referência às famosas riquezas de Sardes, que foi capturada por Ciro em 546 a.C. Que te chama pelo teu nome refere-se à nomeação específica de Ciro pelo Senhor antes de ele tornar rei (compare com Isaías 43.1). Nessa profecia, o Senhor chama Ciro de pastor (Is 40. 11; 44.28) e de ungido (v. 1).

45.4 — Por amor de meu servo Jacó. Deus ungiu a Ciro para recuperar o povo que tanto amava (43.1).

45.5 ,6 — Desde o nascente do sol e desde o poente significa em toda parte (SI 113.3) . Nenhuma pessoa ou objeto se compara à santidade e ao poder de nosso Criador. Ele tem poder sobre tudo — tanto de bom quanto de ruim.

45.7,8 — Os símbolos da luz e das trevas (Ex 10.21-23) são esclarecidos pelas palavras paz e mal (Is 47.11; Am 3.6). Justiça e salvação são palavras sinônimas no livro de Isaías (Is 46.13; 51.6; 56.1). No Oriente Médio, as pessoas acreditavam que a fertilidade da terra e a manutenção da ordem social dependiam do bom relacionamento do rei com uma divindade. Ciro foi ungido pelo Deus verdadeiro, daí a certeza de que o céu derramará suas bênçãos sobre a terra.

45.9-13 — O epílogo contém as objeções contra a nomeação do estrangeiro Ciro como
pastor ungido do Senhor (Is 44-28; 45.1). Divide-se em duas partes: (1) analogias entre os direitos supremos do criador sobre sua criação e os do pai sobre os filhos (v. 9,10); (2) a soberania do Senhor sobre Israel (v. 11), sobre toda a criação (v. 12) e, por fim, sobre Ciro (v. 13).

45.9,10 — Ai. Veja outra ocorrência dessa palavra em Isaías 5.8.

Veja referências a Deus como Criador em Isaías 29.23; 43.1; 45.11.

Caco. Por que um ser criado questionaria o Criador? Um caco de barro não questiona o oleiro. Veja referências semelhantes em Isaías 29.16; Jeremias 18.6.

45.11 — Assim diz o Senhor é uma declaração enfática que indica a legitimidade dessas palavras (Is 43.1,14; 44.2,6,24).

Coisas futuras. Veja expressões semelhantes em Isaías 41-22,23.

45.1 2 — Criei é o mesmo verbo usado em Gênesis 1.26-28 (Is 43.1).

45.13 — O pronome o refere-se a Ciro (Is 44.28; 45.1). Embora o Senhor tenha dado presentes generosos (v. 3,4) a Ciro em resgate do Seu povo (Is 43.3), não foi esse o motivo pelo qual Ciro mandou os cativos para casa.

45.14-25 — Essa profecia prevê a salvação mundial por meio de Israel (Is 14.1,2; 19.23-25; 49.23; 54-3; 60.11). As nações da África hão de se juntar a Israel para louvar (v. 14) Os idólatras ficarão envergonhados, enquanto Israel será salvo para todo o sempre (v. 15-17). Os propósitos do Criador e Redentor não podem ser contrariados (v. 18,19). Só Ele pode prever o futuro, porque só Ele o controla (v. 20,21). Todas as nações acabarão por se curvar ao Deus de Israel (v. 22-25).

45.14 — Depois que o Senhor entregar o Egito, os etíopes e os sabeus a Ciro como resgate (Is 43.3,4), eles se entregarão a Israel e ao seu Senhor. Se passarão. Veja uma referência semelhante em Salmos 68.31. Os pronomes ti e teus estão ambos no feminino singular, referindo-se à Filha de Sião (Is 1.8; 40.9).

Se prostrarão indica submissão ao Senhor e reconhecimento de Sua presença entre Seu povo no Sião (Is 2.2-4).

45.15,16 — Deus se esconde em Sua ira (Is 8.17; 54-8; 55.8,9), mas se revela nas Escrituras (Is 48.5-8).

45.17 — A promessa de uma eterna salvação é repetida em Isaías 51.6.

45.18 — Criado e formou são sinônimos aqui, como no livro de Gênesis (compare com Gênesis 1.27; 2.7). Ambos os verbos identificam o Senhor como Criador, mas não explicam como Ele realizou Seu grandioso ato criador. Em vão é o mesmo termo usado em Gênesis 1.2. O Senhor criou a terra para que fosse habitada, e não para ser despovoada, como os assírios e babilônios haviam deixado a terra de Israel (Is 6.11; 7.18,19; 27.10,11; 33.9; 44.26,28).

45.19 — Os adivinhos pagãos procuravam um local escuro e secreto para proferir seus oráculos misteriosos e ambíguos. Os profetas do Senhor proclamavam a verdade abertamente, a todos os que lhes dessem ouvidos. 

45.20 — Chegai-vos juntos. Veja ideias semelhantes em Isaías 41.1,21,22; 43.9; 44.7.

45.21 — O pronome isto se refere à salvação universal, que começou com o decreto de Ciro para que Israel voltasse à sua terra (Is 44.24—45.13).

45.22 — Não há outro. Veja outras referências à incomparabilidade de Deus em Isaías 40.25; 45.5.

45.23 — Por mim mesmo tenho jurado. A promessa do Senhor a Abraão foi jurada por Ele próprio (Gn 22.16; Hb 6.13). A infalibilidade da Palavra do Senhor é bastante ressaltada no livro de Isaías (Is 40.8). A promessa do Senhor de que diante de mim se dobrará todo joelho será cumprida em Jesus Cristo (Rm 14.11; 1 Co 15.24,25; Fp 2.10,11).

45.24,25 — Os que se irritarem contra Deus não farão parte de Seu reino eterno (Is 50.11; 66.24).